A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Janeiro de 2018

19/06/2012 12:45

Empresa pede para cliente guardar geladeira com defeito dentro de loja

Elverson Cardozo
Geladeira foi retirada no final da tarde de ontem. (Foto: Simão Nogueira)Geladeira foi retirada no final da tarde de ontem. (Foto: Simão Nogueira)
Eletrodoméstico, motivo de protesto, está dentro da loja. (Foto: Simão Nogueira)Eletrodoméstico, motivo de protesto, está dentro da loja. (Foto: Simão Nogueira)

Para aliviar protesto de um cliente, que na tarde desta segunda-feira (18) levou uma geladeira com alimentos estragados para a calçada da 14 de julho, em Campo Grande, a direção da Móveis Romera pediu, gentilmente, que o consumidor insatisfeito guardasse o eletrodoméstico dentro da loja até que uma solução fosse apresentada.

Foi o que informou o diretor de provas da CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo), Jander Cláudio Tonon, de 42 anos, responsável pela manifestação. “Eles falaram para o meu contador para não fazer mais isso”, contou.

O eletrodoméstico, que deu problema no segundo dia de uso, está agora dentro da loja, sem os cartazes que escancarava a insatisfação com a rede e pedia presença da assistência técnica.

Jander Cláudio aceitou a proposta, mas afirmou que se o problema não for resolvido, pretende chamar ainda mais a atenção. “Vou pegar um narizinho de palhaço, colocar a geladeira na frente e ficar lá” disse.

O gerente Romera, Erico Anibal, de 38 anos, disse que um técnico já foi à empresa hoje pela manhã, mas para que o equipamento seja consertado é necessário encaminhá-lo a sede da assistência técnica, o que depende da fabricante.

Geladeira com alimentos estragados ficou na calçada da 14 de julho ontem durante toda a tarde. (Foto: Simão Nogueira)Geladeira com alimentos estragados ficou na calçada da 14 de julho ontem durante toda a tarde. (Foto: Simão Nogueira)

Erico Anibal informou ainda que a empresa continua seguindo o que estabelece o Código de Defesa do Consumidor e, portanto, tem 30 dias para solucionar o problema.

Em um último contato da empresa, Jander foi informado que a loja conseguiu com que a Continental trocasse o equipamento. O prazo final é até a tarde de hoje.

Protesto – Revoltado com a burocracia para consertar uma geladeira nova que apresentou problemas no segundo dia de uso, um consumidor de Campo Grande resolveu protestar.

Levou o eletrodoméstico - da marca Continental, Frost Free, com capacidade para 403 litros – com alimentos estragados, em frente à Romera, loja onde comprou. O equipamento custou R$ 1.490,00 e foi pago à vista no início do mês passado.



Parece que não aprenderam nada com esse episódio, e acredito que terei que fazer parecido com esse cliente aí, a diferença é que se até terça-feira dia 25/09/2012 minha cômoda NOVA não estiver montada no meu quarto e com as roupinhas da minha filha que está prestes a nascer todas organizadas dentro dessa cômoda levarei a que montaram ontem (20/09/2012) aqui em casa e entregarei na porta da loja.
 
Indianara Gouveia de Sene em 21/09/2012 12:02:09
me vejo com o mesmo problema. comprei um climatizador nesta loja, ele veio com defeito. ja fui varias vezes, eles me ignoraram. me mandaram levar na asistencia tecnica. levei e voltou do mesmo jeito, apos 03 meses em poder deles. procurei novamente a loja, e eles mais uma vez nao resolveram nada. portanto levei ao conhecimento do procon. ´é um absurdo, pois eles nao procuram solucionar o problema
 
claudio alberto de souza andrade em 23/06/2012 01:06:45
A população tem que boicotar empresas assim, que lesam o consumidor. Empresas ruins tem que sair do mercado.
 
Fabiano pontes em 20/06/2012 08:40:24
RSRSRS, RIDICULO O QUE A LOJA FEZ, DEIXAR O CLIENTE EXPOR A GELADEIRA COM DEFEITO E FICAR ACHANDO QUE É NORMAL, UMA REDE DESTE PORTE, TINHA QUE TER TROCADO DE IMEDIATO, ASSIM, TERIA FEITO O CERTO PRA SER CONSIDERADA UMA LOJA COM INTERESSE EM SEUS CLIENTES, QUE PENA
 
ederveronezi em 19/06/2012 05:29:58
Esse consumidor é dos meus, se ELE estivesse devendo já estaria com o nome sujo
 
elia bento em 19/06/2012 05:19:24
Esse cliente deveria era pedir outra geladeira e não o conserto da mesma, pois copisa que nao presta nao tem conserto´... o rumo é o lixo.....
 
daiane fernandes em 19/06/2012 04:42:17
Eu hem! Coisa feia para a loja e muito mais para continental, Temos que escolher bem onde comprar. Gostei da atitude tomara que a moda pegue.
 
Sueli Pinheiro em 19/06/2012 04:15:17
se todos agisem energicamente como o sr;jander talvez nen precisase do tal procom que as vezes tamben deixa a desejar .falo isto com experiencia propia.
 
victor borges em 19/06/2012 04:11:31
E mais:
§ 3° Tratando-se de vício oculto, o prazo decadencial inicia-se no momento em que ficar evidenciado o defeito.
Art. 27. Prescreve em cinco anos a pretensão à reparação pelos danos causados por fato do produto ou do serviço prevista na Seção II deste Capítulo, iniciando-se a contagem do prazo a partir do conhecimento do dano e de sua autoria.
 
MAXWELL CASANOVA AZARIAS em 19/06/2012 03:57:51
O que o CDC diz:
Art. 26. O direito de reclamar pelos vícios aparentes ou de fácil constatação caduca em:
I - trinta dias, tratando-se de fornecimento de serviço e de produtos não duráveis;
II - noventa dias, tratando-se de fornecimento de serviço e de produtos duráveis.
§ 1° Inicia-se a contagem do prazo decadencial a partir da entrega efetiva do produto ou do término da execução do serviço.
 
MAXWELL CASANOVA AZARIAS em 19/06/2012 03:54:57
Boa Carlos , até que enfim alguem que entende de DIREITOS DO CONSUMIDOR e sabe o que diz o CDC. ufa ja tava ficando preocupado com tanta gente escrevendo aqui.
 
Marcos Andrade em 19/06/2012 03:08:00
Não defendendo a Romera,mas ao que entendi a geladeira foi comprada a 1 mes e 19 dias.a garantia de troca é 30 dias?Mas para uma geladeira tão cara,acho q o gerente deveria ter trocado logo e evitar toda essa propaganda contra,preciso de uma geladeira mas vou ficar esperta com essa loja,eu hem!.oooo! dá outra nova para o cliente e fecha isso aí, é melhor para voces.
 
Luciana Pereira Soares em 19/06/2012 03:06:31
o prazo de trinta dias não e norma das empresas esta previsto no código de defesa do consumidor, e 7 dias e quando a compra e feita pela internet onde não teve como ver um mostruário do produto.
 
carlos ortiz em 19/06/2012 02:42:30
Kde a troca em 7 dias apos a compra???!!! consertar uma coisa nova???!!!
Que propaganda negativa...
Há tenho mais uma, comprei um tabua de passar nesse estabelecimento, acredita q o montador q havia prometido nem deu as caras no meu end. Sorte q o produto é facil de montar.
Desse jeito tem q mandar fechar as portas!
 
alessandro goncalves em 19/06/2012 01:53:02
Parabéns companheiro!!

Se todos agissem assim não existiria maus empresários que só visam lucros e mais lucros sem querer saber o que está vendendo.
 
Luiz Paulo Lemos em 19/06/2012 01:25:00
Cliente paga a vista, depois de dois dias da problema, e as Empresas (todas), tem uma norma e informa para aguardar até a trinta dias, que vai dar uma solução. Voce esta certo pela sua atitude, é que todos consumidores deveriam fazer.
 
Rubens Alvarenga em 19/06/2012 01:20:46
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions