A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

22/01/2018 10:54

Empresa que vai assumir obra do Aquário passa por ‘pente-fino’

Contrato deve ser assinado até sexta-feira, segundo a Secretaria de Infraestrutura

Anahi Zurutuza e Mayara Bueno
Aquário do Pantanal fica nos altos da Afonso Pena e está quase pronto (Foto: Alcides Neto/Arquivo)Aquário do Pantanal fica nos altos da Afonso Pena e está quase pronto (Foto: Alcides Neto/Arquivo)

A empreiteira que assumirá a obra do Aquário do Pantanal deve ser contratada ainda nesta semana. A informação é da assessoria de imprensa da Seinfra (Secretaria de Estado de Habitação e Infraestrutura), que não revelou o nome da empresa.

Engenheiros da secretaria estão fazendo a análise do “currículo” da construtora e se tudo estiver dentro dos padrões técnicos exigidos, ainda conforme a assessoria, o contrato será assinado até sexta-feira (26).

O Governo de Mato Grosso do Sul vai concluir a obra do Aquário do Pantanal com exatos R$ 39 milhões, conforme prevê o acordo firmado com o MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) e o TCE (Tribunal de Contas do Estado).

A empresa que finalizará o empreendimento será contratada sem licitação, mas terá que se adequar a esse orçamento. O prazo para o término da obra deve ser de dez meses após a assinatura do contrato, portanto ainda em 2018.

Esse valor estipulado no acordo, e que já está em caixa, prevê apenas as áreas abertas à visitação. Isso quer dizer que os laboratórios e demais setores de pesquisa devem demorar mais para ficarem prontos. Se fosse incluir todos os detalhes do projeto inicial, governo teria de desembolsar R$ 60 milhões.

Histórico - Inicialmente orçada em R$ 84 milhões, o Aquário já teve seu custo final estimado em cerca de R$ 230 milhões.

A obra foi subempreitada em 2014 para a Proteco – investigada na Operação Lama Asfáltica – e, dois anos depois, reassumida pela Egelte Engenharia, a vencedora a licitação.

Depois de várias paralisações, o governo rompeu em 22 de novembro de 2017 o contrato com a Egelte, porque o valor inicial da obra já havia sido aditado em 25% (limite previsto em licitações). A segunda colocada na licitação, Travassos e Azevedo, recusou assumir o serviço.

O governo anunciou no fim de 2017 ter R$ 37 milhões para concluir o Aquário do Pantanal. Para não deixar o projeto inconcluso, o governo estadual adaptou o projeto original, cortando custos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions