A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

03/09/2011 11:43

Empresa terá que pagar R$ 50 mil à passageira que se feriu em ônibus

Aline dos Santos

O incidente, ocorrido em 2005, provocou uma fratura na coluna da vítima

O TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) condenou a empresa de ônibus Serrana, que atua no transporte coletivo de Campo Grande, a pagar indenização de R$ 50 mil a uma passageira.

A mulher relatou que estava no ônibus, sentada no último banco, quando, ao ultrapassar um obstáculo, o motorista não reduziu a velocidade. Ela foi jogada para cima, bateu a cabeça no teto do ônibus e retornou ao banco.

O incidente, ocorrido em 2005, provocou uma fratura na coluna da passageira. Em primeira instância, a empresa foi condenada a pagar a cirurgia, pensão alimentícia de R$ 1.230, indenização por danos morais, no valor de R$ 15 mil, e danos emergentes de R$ 3.836,51, além de pensão vitalícia. Tanto a empresa quanto a passageira recorreu ao Tribunal.

A empresa alega que a mulher não se acomodou corretamente em seu assento e que estava familiarizada com o percurso. “Sabedora, inclusive, da existência da depressão na pista no local, não havendo que se falar em surpresa”.

Para o desembargador Dorival Renato Pavan, relator do processo, os argumentos da empresa são infundados. “A previsão de obstáculos na pista, e conseguinte adoção de cautelas, foge da alçada dos usuários do transporte coletivo. Estes, pelo simples fato de utilizarem o serviço colocado à disposição, têm o direito de obter sua boa prestação (princípio da eficiência), incluindo nisso a segurança à sua incolumidade física”, ressalta.

O desembargador entendeu ser correto levar em conta a perda da capacidade laborativa da autora e elevar a indenização para R$ 50 mil. O reajuste do valor foi aprovado de forma unânime pela 4ª Turma Cível.



Sei... a passageira não se acomodou corretamente. Existem motoristas de ônibus que pensam que estão numa pista de corrida. Tem um da linha 085 (Julio de Castilho/Morenão) que passa alí na 14 de Julho entre a rua da Liberdade no ponto em frente ao banco Itaú, entre as 16:55h as 17:05h, e que faz percurso em menos de vinte minutos. Pois ele corre muito. Ele vem ultrapassando todos os veículos que estão à frente, e que são obrigados a dar passagem. E ai???... se não acreditam,... podem ficar de olhando neste horário e verão o que estou falando.
 
Marcelo Max em 03/09/2011 12:48:55
Pera ai, concordo que há uma falta tremenda de cuidado por parte dos motoristas, mais a mulher ser arremeçada e bater a cabeça no teto já é exagero, um ônibus tem cerca de 2 metros de altura em seu interior, acho demais alguém voar tanto assim dentro de um coletivo.
 
Oswaldo Benites em 03/09/2011 05:55:32
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions