A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

29/06/2016 11:17

Enquanto prefeitura não acha vacina, surge outro caso de gripe em escola

Fernanda Mathias
Professora com gripe A leciona em escola municipal; aulas não serão suspensas (Foto: Fernando Antunes)Professora com gripe A leciona em escola municipal; aulas não serão suspensas (Foto: Fernando Antunes)

Uma professora da escola municipal Celina Jallad, bairro Aparecida Pedrossian, está internada em isolamento no Hospital El Kadri, em Campo Grande, após apresentar sintomas da gripe A, causada pelo vírus H1N1. O exame feito na rede particular confirmou a doença e a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) já foi notificada.

A professora foi identificada como Claudia Aparecida Salim e seu estado é considerado estável. A secretária municipal de Educação, Leila Cardozo Machado, afirma que a princípio as aulas dos 623 alunos que estudam na escola não serão suspensas e que a equipe da Sesau já esteve na escola para orientar professores e alunos sobre medidas de prevenção.

Cuidados com higiene pessoal e janelas abertas são algumas das medidas citadas pela secretária. “Se algum aluno ou outro funcionário passar mal, veremos qual serão os próximos procedimentos”.

O caso não é isolado. No mês passado uma aluna de 08 anos da Escola Municipal Consulesa Margarina Maksoud apresentou sintomas da gripe e, na ocasião, foi decido por emendar feriado com o fim de semana.

Também em maio o professor Edevaldo Souza Prado, 57 anos, que lecionava na escola estadual Amélio de Carvalho Baís, na Coophatrabalho, faleceu em decorrência da doença.

Vacinação – O novo caso na avaliação da vice-presidente da ACP (Sindicato Campo-grandense dos Profissionais de Educação Pública), Zélia Aguiar, reforça a necessidade da vacinação dos professores, que ficam em salas fechadas com 30 a 40 alunos, ambiente propício para a disseminação de vírus.

No dia 16 de junho a justiça determinou que a Prefeitura forneça doses para imunizar os professores – em torno de 10 mil na Reme (Rede Municipal de Ensino) – e a Prefeitura informou que está tentando achar a vacina na rede privada para comprar em tempo hábil, uma vez que a circulação viral ocorre com intensidade no inverno.

Prefeitura diz que está à procura de 10 mil vacinas para professores
A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) informou na manhã desta segunda-feira (27) que está procurando vacinas para comprar e atender à ordem judicia...
Guarda oferece palestra sobre prevenção e combate às drogas em Uneis
Jovens da Unei (Unidades Educacional de Internação) Dom Bosco e da Unidade de Internação Feminina Estrela do Amanhã, em Campo Grande, receberam pales...


hoje teve uma reuniao na escola foi uma enfermeira com o nome mariah falo para os pais que o exame da professora tinha dado negativo.qual e a verdade.
 
sasu em 30/06/2016 18:12:11
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions