A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Abril de 2019

29/10/2018 11:25

Erosão de 5 metros na beira de córrego atrapalha moradores no Petrópolis

Fissura foi aberta após chuva forte que caiu na Capital no início do mês. Inundações são frequentes na região

Izabela Sanchez e Bruna Pasche
Erosão pode ser vista na beira do córrego na Avenida Capibaribe (Henrique Kawaminami)Erosão pode ser vista na beira do córrego na Avenida Capibaribe (Henrique Kawaminami)

No último dia 3 de outubro uma chuva forte atingiu Campo Grande deixando um rastro de destruição, além de ter alagado vias, arrastado carros e inundado casas. Passados mais de 20 dias, até hoje um dos resultados pode ser visto na Avenida Capibaribe, no Jardim Petrópolis. Uma erosão de cinco metros abriu às margens do córrego Imbirussu.

Proprietário de um posto ao lado da erosão, Agnaldo Mossini, convive com os problemas no local há 17 anos. Conforme explica, o córrego “sempre causou problemas”, especialmente durante a chuva.

“Na última chuva forte que caiu, no início do mês, acabou com a calçada e ciclistas e pedestres tem que ir no meio da rua”, comentou. Ele afirma ter visto pessoas jogando terra no local, para “remediar” a situação, mas não adiantou.

“Sempre liguei para a Prefeitura e ninguém faz nada. Só piora cada vez mais”, comenta, afirmando que acabou por desistir. O proprietário afirma que a tentativa, agora, é de que a situação não prejudique o posto.

Na frente do posto tem um terreno com vegetação, e o local, relata, vira depósito de lixo e até materiais eletrônicos e domésticos são jogados no local. Agnaldo afirma que já pediu a limpeza do local, em vão.

Do lado esquerdo do posto, conta o proprietário, uma moradora sofre há anos com o alagamento da casa onde vive, que já tentou vender, mas não consegue. Agora, afirma ele, a moradora pretende abandonar o imóvel.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions