A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Setembro de 2019

10/09/2019 11:38

Estiagem atinge abastecimento d´água e concessionária alerta para economia

Águas Guariroba diz que reservatórios ainda estão com volume, mas bairros como o Taveirópolis já sentem falta desde domingo

Izabela Sanchez
Um dos 104 reservatórios de água da concessionária (Foto: Divulgação/Águas Guariroba)Um dos 104 reservatórios de água da concessionária (Foto: Divulgação/Águas Guariroba)

Bairros populosos e com muito consumo de água, a exemplo da Vila Taveirópolis, na região norte de Campo Grande, devem ficar em alerta para falta de água a partir de hoje, por conta de “uma das piores estiagens”, justifica a concessionária Águas Guariroba, pode comprometer o fornecimento em alguns bairros.

A empresa divulgou comunicado no site e fala que o “fornecimento de água poderá ficar comprometido em alguns momentos do dia”, mas não cita bairros ou regiões. A assessoria de imprensa da concessionária citou o Taveirópolis, mas afirma que ainda não há registro de falta de água.

Já os moradores reclamam de falta constante no período noturno, desde o último domingo. "Acaba lá pelas 19h e depois só volta no outro dia de manhã. Não tem como tomar banho ou fazer qualquer coisa de noite", conta a professora Solange Lemos. 

Todas as regiões da cidade, diz, a depender do volume consumido, podem ser afetadas.

Racionar água - A empresa diz que os 104 reservatórios de água em Campo Grande, abastecidos principalmente pelo córrego Guariroba, estão “com volume”. Ainda assim, o alerta já fala, por exemplo, em racionar a água somente para “atividades essenciais”.

“A concessionária pede o apoio da população no consumo consciente de água durante o período de estiagem, utilizando as reservas das caixas d’água principalmente para atividades essenciais”, afirma a nota.

Outras fontes de água - A Águas Guariroba também afirma que técnicos do Centro de Controle Operacional da estão monitorando os níveis dos reservatórios da cidade. Ainda assim, já foi necessário, por exemplo, acionar o sistema de contingenciamento. Ou seja, pedido para utilizar água de outras fontes, a exemplo de poços profundos.

A empresa não descarta o uso de caminhões pipa, que podem ser pedidos pela população se faltar água. A Águas disponibiliza os canais 0800 642 011, 115 ou pelo WhatsApp 9 9123-0008.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions