A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

04/11/2012 20:17

Estudantes se dividem sobre questões do Enem e tema da redação

Gabriel Neris e Mariana Lopes
Estudantes se dividem em relação ao tema da redação e também as questões do Enem (Foto: Mariana Lopes)Estudantes se dividem em relação ao tema da redação e também as questões do Enem (Foto: Mariana Lopes)

As questões do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e o tema da redação que foram aplicadas hoje (4), no segundo dia de provas, dividiram as opiniões dos estudantes.

No colégio Joaquim Murtinho, um dos locais de prova em Campo Grande, estava Leandro de Souza Duarte, 22 anos. O estudante diz que pretende fazer o curso de jornalismo.

Leandro afirma que considerou as questões aplicadas no primeiro dia de provas mais fáceis. “Hoje foram mais complicadas, mais elaboradas”. Ele afirma que gostou do tema da redação que trata da migração de outros povos para o Brasil. “É bastante popular”, disse.

Mesmo considerando que dominou o tema da redação, Leandro não arrisca um possível resultado. “A pontuação é sempre uma surpresa”. Esta é a segunda vez que o estudante faz o Enem. Segundo ele, foram necessários 2h30 para fazer toda a prova. Em comparação a outra prova que Leandro prestou, o jovem acredita que a prova do outro ano estava mais difícil.

Jéssica Assunção Almeida, 20, comenta que esta é a terceira vez que faz a prova do Enem, mas a última foi em 2010. Foram necessárias 4h30 para fazer a prova e a redação hoje. “Algumas questões estavam mais aprofundadas, a nível de graduação”, diz.

A estudante conta que fez a prova tranquilamente e tentará entrar no curso de psicologia. Ela considerou o tema da redação bem fácil. Jéssica, estudante de relações internacionais, comentou que domina o assunto e não teve dificuldade.

Everton Paz, 30, disse que pretende fazer os cursos de geografia ou biologia. Ele conta que realizou a prova em três horas e reclama do conteúdo da prova. “A prova não foi tão compatível com o que se aprende no ensino médio. Acho que as estavam mais fáceis para quem já tem ensino superior”.

O estudante de engenharia civil na Uniderp, Tiago Machado, 24, revelou que decidiu prestar o Enem para tentar uma bolsa. “Tinha muita pergunta irrelevante”, diz.

Jaqueline Dias, 22, compartilha da opinião de Tiago. Ela cita que houve erros gramaticais nas questões, pontuação e letras trocadas. “As perguntas estavam sem nexo”, reclama a estudante que pretende fazer faculdade de psicologia.

Sobre o tema da redação, Jaqueline também reclama. “Ninguém está mais vendo isso. Nunca imaginei esse tema. Está fora do contexto”.



Estudante pernóstico que prefere divagar pelo facebook fica alheio aos acontecimentos. Porquanto, na prova, fica surpreso com o tema da redação e lamúrias para que te quero. Aí vale todo e qualquer subterfúgio, até dizer que bolivianos e haitianos estão fora do contexto. Vão estudar rapaziada. Cessem o chilique.
 
Paula Hermann em 05/11/2012 00:25:58
Fiz a prova e duvido muito que alguém tenha conseguido fazê-la em 2h30. Concluí em 5h.
 
Mizael Alencar em 04/11/2012 21:38:44
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions