A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

24/07/2014 17:24

Ex-diretor da MSGás morto em acidente, já tinha chefiado a Agetran na Capital

Ludyney Moura

O diretor-presidente da MSGAS (Companhia de Gás de Mato Grosso do Sul), Lúcio Murilo Fregonese Barros, que faleceu na manhã de hoje em um acidente automobilístico na BR 262, saída para Três Lagoas, tinha 33 anos, era engenheiro civil e estava no cargo desde junho de 2013.

Fregonese foi diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) da Capital, na gestão do ex-prefeito Nelsinho Trad (PMDB), onde ficou de 2010 a 2011. Antes disso, ele havia sido secretário de obras do município de São Gabriel D'Oeste, na gestão do ex-prefeito Sérgio Luiz Marcon (PSDB).

De acordo com testemunhas, Lúcio perdeu o controle do veículo que conduzia já próximo à entrada de Campo Grande. Ele voltava de Três Lagoas, e na altura da Unei Dom Bosco, perdeu o controle do carro e colidiu de frente com um caminhão.

O automóvel conduzido por Fregonese ficou totalmente destruído. A identificação do condutor foi informada pelo capitão do Corpo de Bombeiros, Valdir Gomes dos Santos. O motorista do caminhão, Gilson Borges dos Santos, 42, contou que o condutor do Meriva perdeu o controle após sofrer uma aquaplagem na rodovia. Uma testemunha, Alex Sander Gonzaga, 19, contou que um Gol branco tentava ultrapassar o caminhão, quando o condutor do Meriva perdeu o controle do carro e colidiu de frente com o caminhão.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions