A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017

04/08/2017 17:19

Ex-marido é indiciado por matar mulher com tiro no olho em distrito

Luana Rodrigues

Um ano após o crime, a Polícia Civil indiciou Claudemir de Souza Barbosa pela morte de Daiane Teles Borrer, de 26 anos. A jovem foi encontrada ferida com um tiro no olho, no dia 5 de junho do ano passado, às margens da BR–163, no distrito de Anhanduí, em Campo Grande. Ela chegou a ser socorrido até à Santa Casa, mas morreu quatro dias depois.

De acordo com a Polícia Civil, na época do crime, a mãe de Daiane foi ouvida e disse que o último contato que havia tido com a filha havia sido no dia 4 de junho, um dia antes da moça ser encontrada com ferimentos. A mãe também contou que só soube que a filha havia sido baleado, quando uma desconhecida ligou informando que a jovem estava internada.

Os policiais deram início às investigações e descobriram que um homem, que se identificou como Sidnei de Souza, foi quem disse que encontrou a vítima caída nas proximidades da BR-163 e acionou o socorro.

A polícia, então, descobriu que Sidnei, na verdade, era Claudemir, com quem a jovem havia tido um relacionamento em 2015. No carro dele, que foi apreendido, a perícia encontrou vestígios de sangue. Diante das evidências, Claudemir, foi indiciado por homicídio doloso. A pena prevista para este crime é de 6 a 20 anos de reclusão. O suspeito nega as acusações.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions