ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, QUINTA  13    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Executado no Colúmbia se envolveu em acidente com morte em rodovia do Paraná

Magnos Edgar Bartz era suspeito de omitir socorro a Ana Grete Alves Pereira, no dia 6 de novembro de 2023

Por Bruna Marques | 08/04/2024 10:18

Magnos Edgar Bartz, 39 anos, executado com 14 tiros na manhã desta segunda-feira (8), no cruzamento das ruas Catrimani e Jauaperi, no Jardim Colúmbia, foi preso no dia 6 de janeiro, em São Gabriel do Oeste, distante 137 quilômetros de Campo Grande. Ele era suspeito de omitir socorro a Ana Grete Alves Pereira, 40, após a mulher cair de carreta em movimento na PR-317, em Floresta (PR). A vítima havia pegado carona com o condutor e acabou morrendo um dia depois no hospital.

O caso aconteceu na manhã do dia 6 de novembro do ano passado. Imagens de câmera de segurança mostram o momento em que a porta da carreta se abre ao passar por uma rotatória. Ana sofreu traumatismo craniano e outros ferimentos pelo corpo, foi socorrida em estado grave e morreu no dia seguinte.

Na ocasião, a equipe da PRF (Polícia Rodoviária Federal) foi acionada, mas o motorista do carreta não foi encontrado. O caso então foi registrado na delegacia da cidade e passou a ser investigado pela Polícia Civil.

De acordo com o delegado Gustavo Mendes, a vítima havia pegado carona com o caminhoneiro após o carro onde estava junto com o esposo, a irmã e o filho sofrer uma pane. O caminhoneiro estava sendo procurado para prestar esclarecimentos sobre o que teria acontecido na ocasião.

Magnos Edgar Bartz foi assassinado dentro de camionete S10, na manhã desta segunda-feira (8) (Foto: Henrique Kawaminami)
Magnos Edgar Bartz foi assassinado dentro de camionete S10, na manhã desta segunda-feira (8) (Foto: Henrique Kawaminami)

Execução - Conforme apurado pelo Campo Grande News, Magnos parou a camionete que dirigia para arrumar um problema no motor do carro, abriu o capô e após verificar a pane, no momento em que entrava novamente no veículo, foi surpreendido pelo suspeito em um carro branco.

O atirador, que ainda não foi identificado, efetuou cerca de 14 disparos e fugiu na sequência. Magnos morreu na hora, sem chance de ser socorrido.

Equipes da Polícia Militar do Batalhão de Choque estão no local dos fatos. A cena do crime foi preservada até a chegada da perícia e Polícia Civil.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias