A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

13/10/2011 11:59

Exército simula atendimento a brasileiros que moram fora do País

Fabiano Arruda e Francisco Júnior

Demonstração, que faz parte da Operação Anhanduí, ocorre no ginásio Guanandizão

Abrigo para vítimas de calamidades tem capacidade para atender até 6 mil pessoas. (Foto: Divulgação)Abrigo para vítimas de calamidades tem capacidade para atender até 6 mil pessoas. (Foto: Divulgação)

Militares simulam no Ginásio Guanandizão, em Campo Grande, abrigo para vítimas de calamidades com atividades no LDS (Local de Destino Seguro). As atividades, que fazem parte da Operação Anhanduí, são destinadas para atender brasileiros que moram fora do País; são cerca de 4 milhões.

A ação é chamada de “operação de evacuação de não combatentes”. Participam da simulação moradores do bairro Guanandi.

O major José Márcio de Figueiredo explicou que este tipo de treinamento é voltado para “assegurar a segurança dos nossos nacionais”. Em qualquer País que houver conflitos ou crise política, os militares estão aptos a socorrer possíveis vítimas brasileiras.

Ainda conforme Figueiredo, a simulação é voltada para sargentos, pois são estes militares que são são enviados nestes casos.

O Exército brasileiro atuou desta forma em 2004, no Haiti, e 2006, no Líbano, quando estes Países passaram por conflitos políticos.

A ação demonstrada no ginásio, que já foi realizada neste ano, em junho, em Manaus (AM), pode atender cerca de 6 mil pessoas. Elas ficam por determinado período nos LDS que possam ser montados.

Também faz parte desta ação militar a promoção de atendimento médico, além de serem feitas avaliações que analisam se a possível vítima brasileira pode retornar ao território nacional ou precisa de outro tipo de tratamento.

A simulação em Campo Grande conta com a presença do general de Exército José Carlos de Nardi, chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas. Ele ministrará palestra no local.

Moradores do bairro Guanandi participaram da atividade militar. (Foto: Divulgação)Moradores do bairro Guanandi participaram da atividade militar. (Foto: Divulgação)

Operação - Também nesta quinta-feira militares farão, em Laguna Carapã, demonstração de lançamento de militares da Brigada de Infantaria paraquedista, tropa especial do Rio de Janeiro.

Amanhã, em Aquidauana, haverá apresentação do funcionamento da ponte LSB (Logistic Support Bridge), utilizada para restabelecer o tráfego nas cidades em casos de calamidade por conta de cheias.

Ainda na sexta haverá demonstração de tiro do Carro de Combate M 60, equipamento moderno de proteção blindada e poder de fogo, no Campo de Instrução de Betione, em Miranda.

No mesmo dia, no Forte Coimbra, em Corumbá, será realizada simulação de assalto ribeirinho, onde uma tropa embarcada realizada um ataque a partir de um curso de água.

Os locais escolhidos para as simulações foram determinados por conta da localização e em cidades que possuem unidades do Exército. A Operação Anhanduí vai até a próxima segunda-feira, é planejada desde junho e envolve cerca de três mil militares.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions