A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

12/04/2013 11:24

Falha em sistema da Vivo causa caos no atendimento de táxis na Capital

Luciana Brazil
O serviço está prejudicado há mais de 24 horas em Campo Grande. (Foto:Marcos Ermínio)O serviço está prejudicado há mais de 24 horas em Campo Grande. (Foto:Marcos Ermínio)

Quem costuma usar  ou precisou do serviço nas últimas nas últimas 24 horas, percebeu o caos que se tornou o atendimento das cooperativas de táxis em Campo Grande. Desde ontem, uma falha no sistema da operadora Vivo prejudica o atendimento dos taxistas na Capital.

A publicitária Juliana Silva, 32 anos, esperou um táxi ontem por mais de uma hora, no centro. Ela conta que ligou para mãe à cobrar e pediu que ela chamasse um táxi. "Eu estava sem crédito no celular e pedi que minha mão ligasse. Esperei 20 minutos e liguei de novo pra saber se ela tinha conseguido. Minha mãe, que já tinha feito o pedido, ligou de novo para a cooperativa e a resposta foi que o táxi já estava chegando".

Segundo Juliana, a "brincadeira" se repetiu por mais 40 minutos. No vai e vem da informação incerta, Juliana acabou esperando uma hora, marcada no relógio.

"Eu até vi outros carros sem passageiro, mas ficava naquela, de que o táxi já estava chegando. A gente não quer ser injusta com o profissional. Vai que ele chega e eu não estou. Por isso acabei esperando, mas hoje, pensando melhor, acho que devia ter pego outro carro", conta brincando.

As duas maiores cooperativas de Campo Grande, Rádio Táxi e Coopertáxi, disseram que utilizam o sistema de GPS, interligado à internet. Na Rádio Táxi, há dois anos, nenhuma chamada é feita por rádio, somente por GPS. Já na Coopertáxi, algumas carros ainda estão atendendo por rádio. Mas a empresa garante que até a próxima semana, todas as chamadas serão feitas somente por GPS. 

A Rádio Táxi transporta, em média, 2 mil pessoas por dia. A Coopertáxi recebe cerca de 2,5 mil ligações diárias. Os responsáveis pelas cooperativas disseram que a situação prejudica muito o trabalho.

Um taxista, que preferiu não se identificar, disse que atendeu na manhã de hoje o pedido de uma corrida em seu telefone pessoal, o que nunca acontece. "Somos chamados pelo GPS. Está bem complicado", ressaltou.

Outro profissional, que também não quis revelar o nome, afirmou que a quantidade de táxis é pequena em Campo Grande. "Temos pouco mais de 500 carros na cidade, para uma população de quase 800 mil habitantes. É muito pouco", disse. 

Segundo ele, para amenizar a demanda, seria necessário, pelo menos, mais 150 veículos . "Muitas vezes os táxis demoram também por causa da falta de veículos", justifica-se.

Vivo: A assessoria de imprensa da Vivo está apurando as informações sobre o problema e prometeu uma resposta até o fim da tarde de hoje. 

Com forte dores, mulher reclama de falta de atendimento em UPA
Mesmo apresentando fortes dores e inchaço na região do estômago, sem conseguir comer a três dias, uma mulher que procurou atendimento na UPA (Unidade...
Problema rotineiro, chuva causa alagamentos no bairro Cidade Morena
A chuva que atingiu Campo Grande no fim da tarde deste domingo (17) causou vários problemas à população, desde alagamentos a problemas estruturais em...
Mulher é atropelada pelo ex-marido e está em estado grave na Santa Casa
Uma mulher de 33 anos foi atropelada pelo ex-marido e está internada em estado grave na Santa Casa de Campo Grande, sedada e entubada na CTI (Centro ...


Bom, posso afirmar que a minha esposa precisou hoje de manha um taxi para ir para aeroporto. No Coopertaxi não era possivel pedir o taxi. Fez com o RadioTaxi, que prometeu mandar um carro. Esperou 25 minutos com a mala na calçada, ligou várias vezes e... não consegui um taxi. Ai eu que tinha que leva-la correndo de carro proprio para o aeroporto para não perder o vôo...
 
Marcos da Silva em 12/04/2013 17:29:38
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions