A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

14/09/2013 11:02

Falta de sinalização e desrespeito às placas atormentam bairro na Capital

Viviane Oliveira
Placa rua Nazareth com a Indianápolis está virada para o lado errado . (Foto: Marcos Ermínio) Placa rua Nazareth com a Indianápolis está virada para o lado errado . (Foto: Marcos Ermínio)

Os moradores do bairro Noroeste, em Campo Grande, reclamam da falta de sinalização nas poucas ruas que são asfaltadas na região. Nas vias pavimentadas as placas que indicam a velocidade permitida marcam 40 quilômetros por hora, mas não são respeitadas.

Ainda conforme relatos dos moradores, a ‘bagunça’ que se arrasta para o trânsito começa na sexta-feira a tarde e se estende por todo fim de semana.

Isso porque, segundo eles, faltam fiscalização e sinalização adequada no bairro. Além disso, a imprudência, alta velocidade e irresponsabilidade dos condutores também são responsáveis pela maioria dos acidentes na região.

A comerciante Sandra Ribeiro Macedo Sampaio, 42 anos, não mora no bairro, mas tem uma loja na rua Indianápolis. Ela relata que os acidentes começam na sexta-feira, pois é quando começa, também, a 'bebedeira'.

Para Sandra as vias asfaltadas do bairro deveriam ter mais quebra-molas para tentar frear a velocidade dos ‘apressadinhos’. “Como se não bastasse à alta velocidade, tem a algazarra de motociclistas empinando moto, andando com crianças sem capacete na garupa e motoristas que não respeitam a velocidade permitida para a via”, reclama.

Na rua, onde fica a loja de Sandra, tem duas creches e uma escola. “Acho que as autoridades responsáveis em cuidar do trânsito deveriam tomar providências para evitar que uma tragédia aconteça aqui”, alerta.

Há 1 mês morando na Vaz de Caminha, rua principal do bairro, as amigas Cristina dos Santos Gonçalves, 19 anos, e Márcia de Souza, 32 anos, já pensam em mudar para uma rua mais tranquila. “A gente leva cada susto, aqui ninguém respeita as leis de trânsito”, dizem as mulheres.

Sandra Rubia diz que a bagunça, que consequentemente se estende para o trânsito, começa na sexta-feira a tarde. (Foto: Marcos Ermínio). Sandra Rubia diz que a bagunça, que consequentemente se estende para o trânsito, começa na sexta-feira a tarde. (Foto: Marcos Ermínio).
Leitora do Campo Grande News, Rafaela Muniz, tirou foto de um acidente, que ocorreu no sábado (7).Leitora do Campo Grande News, Rafaela Muniz, tirou foto de um acidente, que ocorreu no sábado (7).

Revoltada com a situação, Rafaela Muniz, fotografou um acidente que aconteceu no sábado (7) na rua Indianápolis com a Vassoura e enviou as fotos para a redação do Campo Grande News.

Um ciclista, que segundo ela, estava bêbado acabou ferido após ser atingido por um motociclista funcionário de uma Pax. “Precisamos com urgência de um quebra-molas na via para barrar a alta velocidades dos condutores”, afirma.

Já na rua Nazareth com Indianápolis o que chama atenção é uma placa de Pare que está posicionada de forma errada, virada para o sentido contrário da via.

A assessoria de imprensa da Prefeitura informou que está priorizando a sinalização em frente às escolas, nos locais com maior índice de acidente e, que após concluir está etapa será feita uma programação pela Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) para sinalizar os restantes dos bairros.

Pelo site a Agentran informa que as solicitações e reclamação sobre sinalização, equipamento e projetos viários podem ser feitas através de requerimento feito a diretora-presidente, Kátia Castilho, que pode ser preenchido no órgão ou através do site: http://www.pmcg.ms.gov.br/agetran/canaisTexto?id_can=1022.

Ainda conforme o órgão, o documento será respondido no prazo de 15 dias, se não houver necessidade de estudos e pesquisas complementares. A solicitação deve ser protocolada junto a divisão de protocolo da Agetran na avenida Gury Marques, nº 2395, no bairro Universitário. O horário de atendimento é das 8h às 11h e das 13h às 16h.

Para mais informação o telefone da divisão de sinalização semafórica do órgão é 3314-3411.

Durante discussão, adolescente de 17 anos é esfaqueado pelo amigo
Um jovem de 17 anos foi levado em estado grave para a Santa Casa após ser esfaqueado na noite deste sábado, na frente da casa em que mora no Bairro G...
Após furtar obra, ladrão é capturado por moradores e ferido a tiros
Marcio Estacio Duarte Teixeira, de 31 anos, foi socorrido a Santa Casa de Campo Grande após ser atingido por dois tiros na madrugada deste domingo (1...


Estamos em pleno século 21 e a AGETRAN exige que o interessado vá até a Av. Gury Marques, 2395 - Bairro Universitário, para protocolar uma reclamação Aí eu me pergunto: Existe internert para o quê?
Hoje em dia as pessoas quase não têm tempo de se deslocarem de um lado para o outro na cidade.
 
Wanderson Azevedo em 14/09/2013 22:41:17
CAMPO GRANDE NEWS; EU ATRAVÉS DA ASSOCIAÇÃO DE MORADORES E DO CONSELHO REGIONAL DO PROSA JÁ FIZEMOS ESTAS REIVINDICACOES E COBRAMOS NEM RESPOSTAS TEMOS ESTÃO ESPERANDO MORRER MAIS GENTE TALVEZ AI ELES FAZEM POIS SEGUNDO INFORMAÇÕES DA SUB.SECRETARIA NÃO SERÃO MAIS FEITOS QUEBRA MOLAS E AI COMO FICAREMOS ...QUERO AQUI DEIXAR UM CONVITE A VOCÊS DIA 17/09/2013,AS 17,HORAS TEREMOS A REUNIÃO DO CONSELHO REGIONAL DO PROSA NA ESCOLA ELPIDIO REIS POIS ESTARÁ PRESENTE A DIRETORA PRESIDENTE DA AGETRAN SR KATIA E TAMBÉM SEMADUR MEU CONTATO 9254-6969,CARLOS HENRIQUE PRES. ASSOCIAÇÃO DO NOROESTE E PRES. DO CONSELHO REGIONAL DO PROSA AGUARDO CONFIRMAÇÃO
 
CARLOS HENRIQUE FAUSTINO ROSA em 14/09/2013 13:57:27
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions