A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

29/10/2013 18:55

Falta quase tudo nas Upas, de soro a aparelho para exames

Lidiane Kober
Revoltados com a falta de remédios, pais da pequena Aline entendem que o povo só é lembrado na época da eleição (Fotos: Cleber Gellio)Revoltados com a falta de remédios, pais da pequena Aline entendem que o "povo só é lembrado na época da eleição" (Fotos: Cleber Gellio)

Prioridade na campanha eleitoral do prefeito Alcides Bernal (PP), a saúde, segundo médicos e usuários, piorou em Campo Grande e a população agoniza com a falta de material de trabalho, de remédios e de aparelhos básicos nas três Upas (Unidades Básicas de Saúde) e nos seis Centros Regionais de Saúde. O caso parou nas mãos do MPE (Ministério Público Estadual), após o Sindicato dos Médicos fiscalizar e confirmar a ausência de condições para efetuar atendimento de qualidade à população.

Após várias denúncias, o sindicato foi à Upa do Bairro Coronel Antonino dia 20 de setembro. No local, a entidade constatou a falta até de papel para imprimir receitas e fichas de exames. Para piorar a situação, os equipamentos de urgência e emergência estão “quebrados” e colocam em risco a vida dos usuários. Passados 25 dias, o sindicato protocolou, dia 15 de outubro, denúncia no MPE.

“Como os hospitais estão superlotados, muitos pacientes permanecem até 12 horas nas Upas a espera de um leito. Por isso, é extremamente necessário equipamentos para acompanhar as condições da pessoa”, frisou a diretora administrativa do sindicato, Luzia Santana. Apesar da importância, na unidade do Coronel Antonino o monitor de cardiograma e o eletrocardiograma estavam quebrados.

De acordo com uma funcionária da Upa, que pediu sigilo do nome por medo de represália, o aparelho de ultrassom “ficou quebrado por dois meses”. “Na semana passada, após a prefeitura saber de fiscalização do Ministério da Saúde, mandaram um equipamento de outra unidade para cá”, relatou.

Nesta terça-feira (29), ainda conforme a funcionária, a Upa está sem tubos para coleta de sangue, hipoclorito, medicamento necessário para fazer nebulização, e sem lençóis para as camas.

Admis Júnior precisou se deslocar a outro posto porque o aparelho de raio-X do Guanandi está quebradoAdmis Júnior precisou se deslocar a outro posto porque o aparelho de raio-X do Guanandi está quebrado

No Centro Regional de Saúde do Guanandi, o aparelho de raio-X não funciona há meses. O coletor de lixo Admis Júnior Mattos Benfica, 27 anos, precisou contar com a boa vontade dos patrões para conseguir, hoje, carona para realizar o exame na Upa do Bairro Coronel Antonino.

Ontem (28) à noite, durante o trabalho, ele sofreu um acidente e colegas o levaram à Upa do Coronel Antonino. Lá, ele chegou às 21h e foi atendido às 2h45. “Me deram uma injeção para dor e me mandaram embora. De manhã, acordei com o joelho inchado e vim correndo para o posto do Guanandi”, relatou.

No local, o médico o mandou de volta ao atendimento de origem para realizar o exame de raio-X. “Depois, vou precisar voltar aqui para ele analisar o exame, ainda bem que o pessoal da minha empresa está dando assistência, caso contrário, não teria como andar de ônibus com a perna machucada”, comentou.

Revolta - Da Upa da Vila Almeida, os pais da pequena Aline, de um ano e três meses, Adão Colman Ramos, 33 anos, e Lindinalva Ferreira da Silva, 22 anos, saíram desolados, após não encontrarem remédios básicos para a filha tratar pneumonia. Antes, eles ainda enfrentaram o desafio de encontrar um médico pediatra.

“Ligamos para os postos do Aero Rancho, Universitário, Cophavilla e Guanandi e todos estavam sem médicos. Precisamos sair de moto, com a criança no colo, do Aero Rancho até a Vila Almeida para achar um pediatra”, comentou Adão, que deixou o emprego de açougueiro para socorrer a filha.

Na Upa, o casal chegou às 11h e só saiu às 16h e de mãos vazias. “A farmácia do posto não tinha soro nasal e nem os antibióticos amoxilina e cefalexina”, contou a mãe da pequena Aline. “É revoltante”, completou. “Só lembram da gente na hora da eleição”, emendou o pai, fazendo menção ao políticos.

Reinaldo foi duas vezes ao posto do Guanandi e saiu sem remédio para combater labirintiteReinaldo foi duas vezes ao posto do Guanandi e saiu sem remédio para combater labirintite

Ele ainda relatou que, na semana passada, sua mãe, Ramona Colman, 54 anos, precisou pagar para não interromper o uso de medicamentos controlados. “Todo o mês, ela pega a receita no posto e ganha o remédio, mas, como não tinha papel de receita, indicaram o medicamento em uma folha sulfite e a farmácia se recusou a fornecer o remédio por não conter os dados necessários”, contou.

Também na Upa da Vila Almeida, a costureira Carmem Godoy, 56 anos, saiu sem medicamentos básicos para combater dor e controlar a diabetes. Já o aposentado Reinaldo Azevedo, 72 anos, ficou sem remédio para amenizar labirintite. “É a segunda vez que venho no posto do Guanandi e não tem o medicamento”, afirmou.

Perseguição – Por denunciar o caos nos postos, o médico Renato Figueiredo chegou a ser afastado do cargo. A prefeitura, por sua vez, alegou mal atendimento, mas colegas de trabalho negam a negligência e destacam a atuação exemplar do profissional. Por sete anos, ele atuou nas Upas do Coronel Antonino e da Vila Almeida.

“Uma vez e outra, faltavam medicamentos, mas, nos últimos 10 meses, a situação piorou demais”, desabafou. Segundo ele, tem dias que faltam até 30 produtos, entre medicamentos e material de trabalho, sem contar os equipamentos estragados. “A gente se sente amarrado, sem ter como ajudar as pessoas”, lamentou.

Sem condições de trabalho, ele ligava para o secretário municipal de Saúde, Ivandro Fonseca, cobrando vagas nos hospitais para não deixar o paciente morrer. “No início, ele me atendia, depois, já não atendia mais, mas prefiro denunciar, porque não aguento ver gente morrer sem poder fazer nada”, frisou.

Dr. Renato foi afastando das Upas após denunciar caos na saúdeDr. Renato foi afastando das Upas após denunciar caos na saúde
Segundo a diretora do Sindicato dos Médicos, profissionais estão sofrendo retaliações por denunciar falta de remédiosSegundo a diretora do Sindicato dos Médicos, profissionais estão sofrendo retaliações por denunciar falta de remédios


Nao faltam médicos nesse pais, faltam CONDIÇÕES de trabalho. Veja bem, para um chef de cozinha, nao havendo alimentos, como ira fazer um belo jantar? Assim esta a saúde. Nao tem afastador de língua para examinar a garganta de pacientes. Nao há soro fisiológico para manter um acesso. Pessoas desinformadas acham que a culpa e do medico. Por isso esse pais esta assim. Vai estudar, povo! Para ser critico, deve-se ao menos ter conhecimento de causa. Estudem para mudar esse pais!
 
Christiane Barnard em 30/10/2013 12:35:05
Esse problema na saúde pública não é somente aqui, e sim em todo o Brasil. São esses os motivos que fazem os médicos se revoltarem, a se negarem de trabalhar no SUS. Eles não possuem o mínimo de equipamentos para trabalharem. A população depois reclama que eles só dizem que tudo é "virose"... mas também, não tem nada de aparelhos para realizarem os exames. É isso que o governo brasileiro tem que enxergar! Tem que atacar o problema, ESSES PROBLEMAS, e resolverem! E não simplesmente exportarem médicos, para encobertarem os problemas! Os médicos precisam exercer suas profissões com dignidade, assim como os brasileiros também merecem ser atendidos com dignidade!
 
Priscila Barcelos em 30/10/2013 11:55:44
E a perseguição é tanta que muitas outras coisas erradas acontecem na cidade e só não denunciam por medo da retaliação, AS PESSOAS ESTÃO COM MEDO DE PERDEREM SEUS EMPREGOS! Isso é uma ditadura, uma vergonha...se a população não denunciar, os profissionais farão e perderão seus cargos, como a diretora do CEINF, o médico do UPA. Uma dica, a saúde está ruim, a educação pior, pra que gastar dinheiro com demolição e reconstrução da cidade do natal? Pq tem a maçonaria no meio e o Bernal está embolsando dinheiro usando o poder do cargo dele para fazer conchavos...
 
Aline Vilela em 30/10/2013 11:23:20
Eu que não vou sair nas ruas para tirar esse prefeitinho, TANTAS PESSOAS MORRERAM PARA QUE ESSE POVO INGRATO DE CAMPO GRANDE pudesse jogar voto fora...
Eu que não vou lá levar borrachada da policia para tirar alguem que eu sabia que nem deveria ter entrado...Vão lá pedir para ele sair agora, vamos ver como ele vai tratar "as pessoas em primeiro lugar"

 
Antonio Harper em 30/10/2013 10:34:03
gostaria de saber aonde está os medicos que ele contratou pq no posto de saude do meu bairro nem medico tem , faz 1 mes que estou tentando marcar exames e eles falam que nao tem vaga pq falta material de coleta isso e uma vergonha!! o povo nao queria mudança esta ai!! a grande mudança uma porcaria!!!! e ainda passa na propaganda do seu partido que tem posto funcionando a noite !!! se nem de dia tem medico direito quem dira a noite.. parabéns a todos que deram um voto de confiança no Bernal...
 
Joice santos em 30/10/2013 10:33:00
Sou apartidária, não voto nessa cambada, mesmo sabendo que o voto nulo no final das contas é desviado no meio do caminho para os candidatos mais endinheirados. Lamento que os mais de 200.000 que votaram neste Bernal, são os mesmos que estão reclamando. 2014 vem ai, faça a coisa certa, anule seu voto.
 
Neuza Santiago em 30/10/2013 09:52:33
É lamentável ver a população ser enganada descaradamente... Na propaganda que o nosso Prefeito insiste em passa a SAÚDE de Campo Grande está perfeita, com Unidade Básica de Saúde funcionando em período noturno (quem souber onde isso acontece me avise, pq no meu bairro não tem nada disso), melhora no agendamento de consultas (cadê o agendamento por telefone e nas farmácias???).
Campo Grande não precisa de mais médicos, precisa de infraestrutura compatível com a necessidade da população, como um médico vai examinar um paciente sem o material necessário?
Parabéns Campo-Grandenses, eleitores que votaram no atual prefeito, vocês realmente conseguiram a mudança que queriam. #SóQueNão
 
Raquel Seffrin em 30/10/2013 09:46:31
Gente,o povo tem que ir pra rua pedir logo o que este homem saia,cade saúde para todo,"Bernal" pegue este dinheiro que vc esta com ele para reconstruir o que vc esta destruindo e compra materiais para os postos de saúde,UPAS,alimentos para as creches e escolas,a culpa é sua não do medico da diretora,vc tirou a diretora e afastou o medico,e com vc????O que vc acha?Como deve ser sua punição,afinal vc ta punindo todos que abrem a boca,Nossa na sua campanha vc fez tanta promessa falou coisa bonita,bem que eu via que era tudo demagogia,vc não passa de um demagogo,"COLLOR DE MELO"
 
Marcia Raela Betencur em 30/10/2013 08:55:26
A mudança chegouuuuuuuuuu, rsrsrsrsrrs. Só rindo mesmo, porque nós ainda vamos chorar muito, é muita incompetência, nosso prefeito acha que administra uma cidade do tamanho de CG no face, fazendo propaganda em radio e com toda a arrogância que até o Azambuja já afirmou que ele tem, (ou seja, não é perseguição como as bernaldetes teimam em afirmar), há, já estava me esquecendo de outra forma de governar de nosso prefeito, levando a assessora dele cantar no Ratinho (kkkkkk). Prova que ele muito bom..apenas como radialista!!!!
 
joão almeida em 30/10/2013 08:50:46
Sou totalmente apartidário, tenho somente uma coisa a dizer aos puxa sacos e até os acusadores do atual prefeitinho de nossa capital....
Isso mostra a incapacidade e a ingerência deste cidadão que através do clamor dos menos favorecidos acabou vencendo as últimas eleições, e está ai, o povo merece o governante que tem, ano que vem será ano de eleições, aonde escolheremos :
PRESIDENTE, SENADORES, DEPUTADOS FEDERAIS, GOVERNADORES e DEPUTADOS ESTADUAIS...
a URNA não é pinico, vote com consciência, e não em troca de alguns litros de gasolina, cesta básica, dentaduras ou qualquer coisa que te ofereçam, os projetos sociais que existem como o BOLSA FAMÍLIA etc... não foi o governo do PT que inventou, começou na gestão do Ex Presidente FHC, então não vote em quem está no poder por este motivo..
 
Odracir Siarom em 30/10/2013 08:50:31
O que falta na saúde sobra nos gabinetes 'fétidos' dos políticos e nos "lanchinhos" dos tribunais.
 
Ronaldo Pissurno em 30/10/2013 07:45:19
Triste notícia, este é o país dos bilhões para a copa e doações de fortunas a outros países "cumpañeros". Com a PALAVRA OS SENHORES VEREADORES E O SR. PREFEITO, no caso acima. Mas, esperemos que o povo NÃO SE ESQUEÇA DISTO NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES. E NÃO É SÓ PARA PREFEITO, VEREADOR, DEPUTADO (ESTADUAL/FEDERAL, ETC). PARA PRESIDENTE DA REPÚBLICA T A M B É M!!!!
 
joao antunes wortmann em 30/10/2013 07:16:15
Revoltante...e muito claro que saude em campo grande e brasil nunca foi uma maravilha...mas o que mais me indigno e que agora a vaca foi pro brejo...não temos comando, campo grandenses colocaram um radialista pra comandar um cidade-capital de 800 mil habitantes e que estava em franco desenvolvimento...o cara nunca administrou nada,sem experiencia alguma...ele nao sabe nem onde esta! ta mais perdido que cego em tiroteiro é um coitado....muito fraco! poxa se quisessem mudar tudo bem. é um direito mas poxa pq nao votaram no Reinald azambuja...sei la tudo menos esse cidadao! agora temos que aguentar. e nao coloquem a culpa nos vereadores nao! ta na cara que ele e ruim de serviço....
 
marcilio prudencio em 29/10/2013 22:14:45
Bem o Sr.Renato Figueiredo poderia entrar com uma ação contra o Bernal, já que o ele esta fazendo é retaliação(vimos isso com o vereador Chocolate tambem!) contra aqueles que estão contra a sua forma de gerenciamento(falta!) da cidade. O prefeito acusa o "mundo de persegui-lo", mas ele próprio da motivos com sua péssima administração. Usa de seu cargo(processo de assédio moral, abuso de poder, demissão injusta, etc...!) para punir aqueles que querem o bem da população e para oferecer seu trabalho bem feito. Bernal nunca mais!
 
Alexandre de Souza em 29/10/2013 21:39:22
Que bela mudança...
 
regina da costa em 29/10/2013 21:19:56
E o bernal????
Mande este artigo para o face dele.
 
João modesto em 29/10/2013 21:05:18
mas gente cade os 300 médicos que o Bernal esta anunciando no radio e na tv todo cheio de pompa que ele esta trabalhando,votaram nele agora não reclamam.
 
valdir zatti em 29/10/2013 20:42:25
Tudo isso é pura verdade meu voto não valeu nada pra esse prefeito.Sai do bairro Parati as 2 hs da madrugada no dia 12/10/13 e fui até a UPA do Cel. Antonino com a minha filha com 39°grau de febre chegando lá,fui atendida 3 hs depois pq.a médica estava dormindo e os outros 2 abandonaram o plantão no meio.Quando fomos atendidos a médica mal olhou minha filha de 1 ano e 7 meses pq disse que não tinha abaixador de língua para verificar a garganta e nem aparelho para olhar o ouvido sai de lá apenas com uma receita de dipirona pq nem remédio tinha para medica-la E O BERNAL... ABANDONOU A TODOS QUE VERGONHA EU TENHO DE TER VOTADO NESSE HOMEM E AJUDADO A PREJUDICAR TODA POPULAÇÃO DE CAMPO GRANDE.
 
Maria Costa em 29/10/2013 20:15:26
a campanha do alcides bernal ele sempre falo que iria melhora principalmente a saúde mas o que vejo é triste a gente não consegue marca um exame de sangue. eu consegui consulta mas não consigo vaga pra marca um simples exame de sangue, levanto madrugada já tem uma fila quilométrica e quando penso que vou conseguir acaba as vagas dai só na outra terça pra marca é lamentável o descaso com o ser humano, tem que rezar pra dar certo e abra o coração para a população acorda bernal saia nos postos como na sua campanha veja como é sofrido não conseguir marcar exames...
 
rosangela da silva em 29/10/2013 20:02:57
EU NÃO SEI DO QUE ESTE POVO ESTA RECLAMANDO. A MAIORIA VOTOU NO BERNAL QUE JUROU QUE PAPAI NOEL EXISTE.
NÃO QUERIAM MUDANÇA? O BERNAL PAPAI NOEL NÃO MENTIU NÃO, FALOU A VERDADE, MUDOU PARA PIOR.
E O POVO NÃO FALAVA QUE É SÓ TIRAR ELE DEPOIS NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES?
O PROBLEMA É QUE SÃO QUATRO ANOS. MAS EU ENTENDO. ESSA CAMBADA QUE VOTOU NO PAPAI NOEL ACREDITA EM TUDO, NÃO DEVE SABER NEM FAZER CONTA.
 
marcelo koin em 29/10/2013 19:43:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions