ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEGUNDA  23    CAMPO GRANDE 33º

Capital

Família de jovem morta com 6 tiros diz não conhecer ex-namorado da vítima

Por Ricardo Campos Jr. | 15/02/2011 09:10

Parentes afirmam não saberem do relacionamento

A família de Dandara Silva Souza, 21 anos, diz que o motivo da morte da jovem ainda é mistério e não apontam suspeitos para o crime. O tio da vítima, Joel Nogueira de Melo, 52 anos, contou que os parentes sequer sabiam dos relacionamentos dela.

“Nunca teve problemas de rebeldia, era tranqüila”, disse o tio da vítima, “O que a gente sabia a gente passou para a Polícia, o que for possível apurar será apurado”.

Segundo ele, o corpo será liberado a partir das 9 horas do IML (Instituto Médico Legal). Enquanto isso a família providencia os serviços funerários. Por hora ainda não há informações sobre horários de velório e sepultamento.

A Polícia investiga se o crime teve motivação passional. A suspeita é que o ex-namorado de Dandara seja o autor do crime. De acordo com informações preliminares, as vítimas conheciam os bandidos.

A jovem estava acompanhada por André Duarte Pires, 22 anos, que foi baleado, mas sobreviveu e por um terceiro homem não identificado. Todos teriam sido levados por dois homens da Vila Nhanhá para os fundos de uma fábrica de refrigerantes em um matagal na saída para São Paulo, onde havia outros dois autores.

Dandara levou pelo menos 6 tiros. André foi atingido em quatro áreas do corpo e passou por cirurgia na Santa Casa.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário