A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

18/07/2016 07:44

Familiares de major morto pela esposa serão ouvidos hoje pela polícia

Luana Rodrigues
Valdeni Lopes foi morto pela esposa Itamara Romero.(Foto: Reprodução/ Facebook)Valdeni Lopes foi morto pela esposa Itamara Romero.(Foto: Reprodução/ Facebook)

O delegado Cláudio Zotto, da 7ª delegacia de Polícia Civil, ouve nesta segunda-feira (18), familiares do major Valdeni Lopes Nogueira, 47 anos, morto com um tiro no tórax, disparado pela esposa, a tenente-coronel Itamara Romero Nogueira, 40 anos. A família da acusada também deve ser ouvida, mas ainda não há data prevista.

Um dos convocados a falar é o irmão da vítima, Valdeci Alves Nogueira, 49 anos. Ao Campo Grande News, ele contou que Valdeni e Itamara eram casados há 15 anos e moravam juntos, mas era tudo fachada, para que conseguissem promoções na PM. “Nunca houve casamento de verdade. Eles só precisavam atender os requisitos do perfil social exemplar que a polícia exige e tiveram que manter isso por anos”, disse.

Valdeci também disse que a mulher era bastante ciumenta e já havia ameaçado o irmão dele, apontando uma arma para a sua cabeça.

Crime premeditado – “Ela sabia que um tiro seria fatal”, é com essa afirmação que a família do major defende a versão de que o crime foi premeditado pela tenente coronel.

De acordo com o irmão da vítima, por ser profissional da área de segurança, Itamara conhecia a arma e a munição que utilizou para matar Valdeni. “Ela sabia que não precisava de muitos tiros e que com um tiro naquela região do corpo ele iria morrer”, acredita.

Além disso, conforme Valdeci, pela aparência do corpo do major, não há indícios de que ele tenha brigado e dado socos na tenente-coronel, como afirma a defesa.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions