A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

03/11/2011 17:19

Familiares e vizinhos de comerciante morta são ouvidos pela Polícia

Nadyenka Castro

Investigação começou no dia do crime, sábado. Não há imagens do crime nem de suspeitos

Funerária retira corpo da loja onde Cida foi morta. (Foto: Simão Nogueira)Funerária retira corpo da loja onde Cida foi morta. (Foto: Simão Nogueira)

A Polícia Civil ouve familiares e vizinhos da comerciante Maria Aparecida Mendes, 66 anos, morta no último sábado, em Campo Grande. O caso começou a ser investigado no dia do crime, por policiais da Derf (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes de Roubos e Furtos) e 1ª Delegacia de Polícia Civil.

Os relatos dos familiares de Cida, como a idosa era conhecida, e de vizinhos da loja dela, onde o crime aconteceu, vão ajudar a Polícia a chegar aos suspeitos e descobrir a motivação.

Por enquanto, o caso é tratado como latrocínio, pois a bolsa dela com dinheiro, cheques e documentos pessoais, e joias não foram encontradas no comércio.

De acordo com o delegado Pedro Espíndola, nenhum suspeito do crime foi identificado e não há imagens de câmeras de segurança que possam ajudar na investigação.

A morte- O marido de Cida, Clayton Ferreira, relatou que conversou com a esposa por telefone por volta das 11h40min de sábado e ao tentar falar com ela novamente, aproximadamente 20 minutos depois, ela não mais atendeu o celular.

Clayton foi para a loja dela e, segundo ele, encontrou o celular dela no chão e passou a chamá-la. Ele então viu o corpo próximo ao provador.

Cida tinha cinco ferimentos na região do pescoço provocados por um objeto cortante - faca, canivete, punhal - . Próximo ao corpo havia muito sangue.

Trabalhadores vizinhos à loja de Cida disseram à reportagem do Campo Grande News que não ouviram gritos e nem têm suspeitos.



Com certeza esse misterio sera descoberta, temos peritos competente para isso. Esse marginal não ficara solto muito tempo.
 
Aparecida Romeiro em 04/11/2011 11:14:48
Estranho o ladrão não levar o celular. Geralmente, esses "drogados" adoram celular, devido a fácil comercialização no mundo do crime.
Esse ASSASSINO, parecia conhecer a rotina da vítima e sabia da não existencia de câmeras e outros circuitos. Outro detalhe, ninguém ouviu gritos??? um local de gde movimento ninguém viu nada??foi morta próxima a porta, não teve a preocupação de levá-la p/ um canto.
 
neyde de oliveira em 03/11/2011 11:11:26
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions