A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

14/11/2013 10:44

Famílias perdem tudo e ainda dependem de doações após chuva

Filipe Prado
As moradoras relatam que a enxurrada começou por volta das 22:30h (Foto: Cléber Gellio)As moradoras relatam que a enxurrada começou por volta das 22:30h (Foto: Cléber Gellio)

Moradores da Favela Portelinha passam por necessidades após chuvas de segunda-feira (11). Duas famílias, que moram na favela, tiveram móveis, roupas e, principalmente, alimentos perdidos por conta da enxurrada. Eles só não passaram fome ontem porque receberam doações de vizinhos. 

As vizinhas, Marina do Amaral, 30 anos, e Tatieli Rodrigues Silva, 24, tiveram barracos invadidos pela água da chuva. Um buraco perto de casa foi obstruído por moradores, fazendo com que a enxurrada não pudesse escoar e invadindo as residências. “Eu saí correndo da minha casa e fui para a casa da minha avó”, comenta Marina.

Elas contam que a água chegou por volta das 22h30. “Foi depois que acabou a novela. Quando a enxurrada veio, eu subi em cima da cama, junto com a minha filha. Não tinha para onde correr”, relata Tatieli.

O almoço de ontem foi por conta dos vizinhos, pois Tatieli perdeu todo o alimento que tinha em sua casa e está desempregada. “Eu perdi tudo e preciso alimentar a minha filha de dois anos. Eu sou de Dourados, estou aqui há cinco meses, sem marido, só tenho a minha filha, e até agora não consegui emprego”, lamenta.

Muitos outros objetos também foram perdidos na enxurrada. “Eu perdi muita coisa, até utensílios de cozinha, outras coisas eu tive que jogar fora, porquê não dava mais para usar”, relata Marina.

Mas Marina ainda tem esperanças de sair dali. “Me prometeram que em 2014 entregaram as casa para nós. Mas a Tatieli não vai ganhar, pois ela chegou depois do cadastro”.

Doações – As moradoras da perderam todos os mantimentos, várias roupas e utensílios para a casa. Elas pedem doações, pois estão sem emprego.

Um buraco perto da casa delas não deixou a água escoar, inundando os barracos (Foto: Cléber Gellio)Um buraco perto da casa delas não deixou a água escoar, inundando os barracos (Foto: Cléber Gellio)
Tatieli relata que todos os seus mantimentos foram levados pela chuva (Foto: Cléber Gellio)Tatieli relata que todos os seus mantimentos foram levados pela chuva (Foto: Cléber Gellio)
Abstenção em concurso da Câmara Municipal da Capital passa dos 30%
O domingo (17) foi de provas para milhares de campo-grandenses, tanto na manhã como no período da tarde, no concurso da Câmara Municipal, que segundo...
Com forte dores, mulher reclama de falta de atendimento em UPA
Mesmo apresentando fortes dores e inchaço na região do estômago, sem conseguir comer a três dias, uma mulher que procurou atendimento na UPA (Unidade...


Gostaria de ajudar, onde fica essa favela?
 
Juciara Silva de Melo em 14/11/2013 16:17:29
Por gentileza informe o endereço para as doações.
 
Ludmilla Costa e Silva em 14/11/2013 15:39:00
Ao colocar a matéria em jornais, seria bom que colocassem o número de algum telefone para que pudessémos entrar em contato para ajudar essas famílias, pois lemos a matéria e não sabemos sabemos como ajudá-los.
 
salomé albuquerque em 14/11/2013 15:25:28
Por favor divulguem o bairro, nome da rua, como chegar a essas pessoas.
Obrigada
 
Jackeline Zani em 14/11/2013 14:56:01
Infromem o endereço correto, para entrega de doações.
 
Luiz Santos em 14/11/2013 13:11:11
Se quiser ajudar tem o endereço certinho ou telefone passem por favor.
 
Daiana Castro em 14/11/2013 10:58:36
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions