A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

12/11/2013 11:11

Enxurrada derruba muros, inunda casas e desespera famílias em bairro

Aliny Mary Dias
Móveis ficaram revirados e sujeira atingiu a casa (Foto: Marcos Ermínio)Móveis ficaram revirados e sujeira atingiu a casa (Foto: Marcos Ermínio)

Muros e portões destruídos, barro e lama em todo o quintal, móveis revirados, alimentos e roupas perdidos. Foi neste cenário que três famílias passaram a noite no bairro Atlântico Sul, na região norte da Capital.

A manhã desta terça-feira (12) foi reservada para contabilizar prejuízos e lavar as casas inundadas por lama durante o temporal da noite de ontem (11). Três casas da Rua Lua Nova foram as mais atingidas pela enchente.

Entre as residências, uma delas onde vivem três adultos e duas crianças de 1 a 8 anos teve grandes prejuízos e por pouco a tragédia não foi maior. Michele da Silva tem 27 anos e estava em casa com a cunhada Ana Rute, de 19 anos, o marido e os filhos quando a tempestade começou.

“Quando vimos a enxurrada forte meu marido correu para os fundos de casa e gritou para a gente sair de casa porque o muro ia cair. Eu não tive tempo de sair e quando fui na varanda o muro caiu e a enxurrada me jogou até o portão”, conta Michele que foi arrastada por cerca de 10 metros e só parou no portão da casa.

Depois da queda do muro que fica aos fundos da residência, a água com lama e barro invadiu toda a casa. Todos os móveis foram danificados e o fogão, por exemplo, ficou de cabeça para baixo tamanha a força da água.

As roupas e os alimentos que foram recém comprados pela família para passar o mês se perderam em meio à sujeira. “Eu não tenho mais nada, perdi tudo. Só tenho essa roupa e não sei o que fazer”, conta a moradora.

Nas casas vizinhas da mesma rua, a sujeira também deixou rastros de destruição. Em uma das residências, o portão de ferro ficou retorcido e os vizinhos amanheceram limpando a lama.

Portão foi danificado pela enxurrada (Foto: Marcos Ermínio)Portão foi danificado pela enxurrada (Foto: Marcos Ermínio)
Prefeito e secretário de obras foram até o bairro na manhã de hoje (Foto: Marcos Ermínio)Prefeito e secretário de obras foram até o bairro na manhã de hoje (Foto: Marcos Ermínio)

Ajuda – A solidariedade deu um alento ao desespero das famílias. Com o chamado da ex-vereadora Tereza Name, o prefeito Alcides Bernal (PP) e o secretário de Obras, Semy Ferraz, foram até as casas na manhã de hoje.

Bernal explica que as equipes estão nas ruas desde a noite de ontem. “Estamos trabalhando e avaliando os prejuízos. A chuva foi muito forte e mesmo que não seja responsabilidade da Prefeitura, vamos limpar as casas e dar toda a assistência para essas pessoas”, diz.

A saída temporária encontrada para abrigar a família de Michele será o aluguel de uma casa no bairro. As refeições de hoje para os moradores serão preparadas por equipes da SAS (Secretaria de Assistência Social) até que uma casa para famílias de baixa renda seja disponibilizada para a família.

Para o titular da Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação), Semy Ferraz, as equipes estão realizando a limpeza nas ruas, mas as obras só devem começar depois que o tempo firmar. “Não podemos começar em alguns locais por conta da chuva, mas estamos trabalhando”, explica.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions