A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

10/02/2015 13:10

Feirante confessa estupro e diz que neta de 9 anos “se insinuou”

Renan Nucci
Delegado Lauretto, da DEPCA, já pediu laudos que vão trazer detalhes sobre o caso de estupro. (Foto: Marcelo Calazans)Delegado Lauretto, da DEPCA, já pediu laudos que vão trazer detalhes sobre o caso de estupro. (Foto: Marcelo Calazans)

O feirante de 58 anos preso na manhã de ontem (09) sob suspeita de estuprar a neta de 9 anos, em Campo Grande, confessou o crime para o delegado Paulo Sérgio Lauretto, da DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente). Ele alegou, de maneira até incoerente, ter sido “coagido” pela criança, que supostamente "se insinuou" ao sair do banho nua.

Além de tentar se justificar culpando a menina, ele afirmou também que a tocou apenas no domingo (8) - quando o caso veio à tona, contestando as acusações de que os abusos aconteciam há cerca de oito meses na casa da família, no Jardim Novos Estados. Diante dos fatos, o homem está recolhido em uma cela temporária na Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos), à disposição da Justiça.

O delegado abriu inquérito e já solicitou exames de lesão corporal, conjunção carnal e ato libidinoso. “Ele alega que estava sozinho com a menina, quando ela saiu do banheiro nua. Ele a tocou e tentou manter relações sexuais, mas como não conseguiu, interrompeu o ato. Independente de qual seja a versão dele agora, vou indiciá-lo por estupro (de vulnerável)”, explicou Lauretto.

O caso – Na tarde de domingo, a vítima ficou sozinha em casa com o avô. Durante a noite ela passou a reclamar de dores e desconforto na região genital, e foi levada para a Santa Casa. Lá, contou para a mãe e para a tia que tinha sido violentada, e disse que os abusos ocorriam desde o ano passado.

A equipe de assistência social do hospital acionou a polícia e, ontem pela manhã, o feirante acabou preso. A família, ainda chocada com o ocorrido, se recusou a dar entrevista. O nome do estuprador não foi divulgado pela polícia para preservar a identidade da vítima.



É sempre assim, na hora o cara teve a coragem de abusar de uma criança e depois foi o diabo e tudo o mais, menos ele. Agora tem que assumir e pagar pelo crime hediondo, muitos anos de cadeia pra esse estuprador!!!
 
Walter em 10/02/2015 15:31:51
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions