ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SEGUNDA  01    CAMPO GRANDE 20º

Capital

Feiras voltam a funcionar na Capital a partir deste terça-feira

Para amanhã (07) já estão marcadas sete feiras na Capital

Por Adriano Fernandes | 06/04/2020 21:45
Moradores em feira livre em bairro de Campo Grande. (Foto: Arquivo)
Moradores em feira livre em bairro de Campo Grande. (Foto: Arquivo)

O funcionamento das feiras livres está liberado a partir desta terça-feira (07) em Campo Grande. A autorização consta em edição extra do Diário Oficial desta segunda-feira (06) e delimita uma série de regras a serem cumpridas, como forma de prevenir a contaminação do novo coronavírus. Para amanhã já estão marcadas sete feiras na Capital.

Conforme o decreto, o horário de funcionamento das feiras será das 6h às 12h, e das 16h até no máximo 22h. Fica proibida a participação de feirantes com idade acima de 60 anos, portadores de doenças crônicas ou que estejam com sintomas de gripe ou resfriado.

Também não será permitida a montagem de “espaço kids”, o consumo de alimentos como legumes, salgados ou vegetais no perímetro das feiras e deverão ser adotadas medidas de higienização como o uso de álcool gel, uso de máscaras de proteção e a limpeza das ruas deve ser feita após cada feira.

A venda de pastéis e caldo de cana, por exemplo, está mantida apenas para viagem. Os feirantes também estão proibidos de disponibilizar mesas e cadeiras ao público. O decreto na íntegra pode ser acessado através deste link.

Apesar da série de restrições, o retorno as atividade é visto com otimismo pelo Sindicato dos Feirantes de Campo Grande. O decreto atende a um pedido da própria categoria feito ao prefeito Marquinhos Trad (PSD) no último final de semana.

“Já é um alivio, pois haviam profissionais correndo risco de passar necessidade. Muito feirantes dependem desse trabalho diário e não tem como se manter sem trabalhar por 15 dias”, comentou o presidente do sindicato, Jairo de Oliveira.

Nesta terça-feira (07), sete feiras já voltam a funcionar na Capital. Pela manhã acontecem as feiras dos bairros Pioneiro e Taveirópolis e à tarde no Cophavila, Lar do Trabalhador, Nova Campo Grande, Vila Nogueira e Cidade Morena.

Conforme Jairo há 55 feiras registradas na Capital, mas o número chega a 110 unidades, se levando em conta as feiras não registradas. Pelo menos 3 mil profissionais atuam neste segmento em Campo Grande.