ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SÁBADO  08    CAMPO GRANDE 21º

Capital

Feriado antecipado é sem folga e com trabalho irregular para domésticas

“Precisamos contar com a sensibilidade das pessoas”, diz procurador

Por Aline dos Santos e Mariana Rodrigues | 25/03/2021 11:16
Passageira do transporte coletivo na manhã desta quinta-feira. (Foto: Kísie Ainoã)
Passageira do transporte coletivo na manhã desta quinta-feira. (Foto: Kísie Ainoã)

Feriado antecipado para conter o avanço do coronavírus, a quinta-feira (dia 25) é sem folga para diaristas e empregadas domésticas, apesar de as atividades não constarem no decreto da prefeitura de serviços essenciais.

Uma empregada doméstica de 48 anos conta que embarcou no primeiro ônibus às 6h da manhã e reclama de poucos veículos no transporte coletivo. “Achei que ia esvaziar com o decreto, mas realmente tem muita gente trabalhando”, diz.

Já diarista de 51 anos, saiu do Portal Caiobá às 6h40 e às 7h44 ainda estava no Centro de Campo Grande, esperando ônibus para chegar ao bairro Santa Luzia.

“O trabalho doméstico não está dentro das exceções [atividades liberadas]. Mas por ser atividade da vida privada, não há como identificar quem está transitando com o objetivo de ir trabalhar em uma casa. Então, precisamos contar com a sensibilidade das pessoas e o sentimento social”, afirma o procurador-geral do município, Alexandre Ávalo.

O MPT (Ministério Público do Trabalho) recebe denúncias de trabalhadores por meio do link www.prt24.mpt.mp.br/servicos/denuncias

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário