ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SÁBADO  15    CAMPO GRANDE 29º

Capital

Festas no entorno da cidade ganham força para tentar fugir de fiscalização

Só no último fim de semana, Guarda Civil Metropolitana recebeu mais de dez denúncias

Por Aletheya Alves | 14/07/2020 18:25
Festa com cerca de quarenta pessoas foi encerrada na noite do último sábado (11). (Foto: Divulgação/GCM)
Festa com cerca de quarenta pessoas foi encerrada na noite do último sábado (11). (Foto: Divulgação/GCM)

O recorde foi de 80 pessoas em um só local. Para furar o isolamento, Chácara dos Poderes e Chácara das Mansões têm sido os bairros favoritos.

Oito horas seguidas de festa foram encerradas na última sexta-feira (11), em residência na Chácara dos Poderes. No dia seguinte, o flagrante da vez foi uma rave. Ao Campo Grande News, a assessoria da GCM (Guarda Civil Metropolitana) explicou que ocorrências no entorno da Capital vêm ganhando força nas últimas semanas, “recebemos várias denúncias de festas na Chácara dos Poderes, mas também houve na Chácara das Mansões”.

Devido o aumento de fiscalização nas áreas centrais da cidade, quem tenta esquecer a pandemia está indo para regiões mais afastadas. Conforme levantado pela GCM, apenas no último fim de semana foram mais de 10 denúncias sobre chácaras através do 153.

Convites para festas são divulgados por Whatsapp. (Foto: Direto das Ruas)
Convites para festas são divulgados por Whatsapp. (Foto: Direto das Ruas)

Convites para raves e reuniões variadas também são comuns em grupos de WhatsApp. Para tentar driblar as denúncias, os responsáveis não divulgam o endereço publicamente, apenas enviam para quem compra os convites.

Flagrantes - Sem resistência para encerrar, duas festas neste fim de semana ganharam destaque. Na sexta-feira (11), a GCM foi até uma residência que reunia mais de 80 pessoas. Vídeos foram gravados no local e mostram toda a movimentação, latas de bebidas alcoólicas e aparelhos de som.

Já no sábado, a bagunça foi realizada por cerca de 40  pessoas. O proprietário do local, “Espaço Vargas”, disse que não sabia da situação e que a chácara estaria sendo usada por um policial militar. O Comando da Polícia Militar está averiguando o caso.