ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  16    CAMPO GRANDE 18º

Capital

Fim de contrato deixa Capital sem parquímetro

Contrato atual acabou após 20 anos e não há prazo para contratar nova empresa

Por Adriel Mattos, Aline dos Santos e Giovanna Dauzacker | 22/03/2022 09:06
Créditos não serão perdidos, sendo validados por nova empresa. (Foto: Marcos Maluf/Arquivo)
Créditos não serão perdidos, sendo validados por nova empresa. (Foto: Marcos Maluf/Arquivo)

O prefeito da Capital, Marquinhos Trad (PSD), oficializou o fim do contrato do estacionamento rotativo e tornou o serviço gratuito, desde hoje, até a contratação de uma nova empresa. O decreto foi publicado na edição desta terça-feira (22) do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande).

Após 20 anos, o contrato com a Metropark Administradora, a Flexpark, foi encerrado sem possibilidade de renovação. Os créditos já adquiridos não vão expirar e poderão ser utilizados após outra empresa assumir o serviço. A cobrança do serviço vale até esta terça-feira.

O serviço era prestado nos quadriláteros da Avenida Fernando Corrêa da Costa à Avenida Mato Grosso e Avenida Calógeras à Rua Padre João Crippa. Ao todo, são 2.458 vagas para veículos na região.

Ainda não há data para o lançamento da nova licitação que definirá a empresa responsável pela cobrança, nem quanto o município deixa de arrecadar.

Marquinhos Trad afirmou, nesta terça-feira, que recebeu reclamações de comerciantes sobre a falta de rotatividade das vagas de estacionamento. Um dos relatos encaminhados ao prefeito pelo aplicativo WhatsApp é de que os funcionários das lojas vão utilizar as vagas durante todo o dia, considerando que não há mais cobrança por hora.

Contudo, o prefeito descartou enviar equipes da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) ao Centro. “Não vou mandar equipes, porque não vai ter caos”, diz .

Ainda de acordo com ele, a nova licitação deverá ser acompanhada por Adriane Lopes (Patriotas), que assume a prefeitura em abril, após a renúncia de Marquinhos, que sai para disputa do governo do Estado.

(*) Matéria alterada às 9h35 para acréscimo de informação.

Nos siga no Google Notícias

Veja Também