A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

01/12/2014 10:02

Fogo ameaçou lojas vizinhas e prédio era habitado por moradores de rua

Stephanie Romcy e Kleber Clajus
Estrutura do prédio ficou comprometida. (Foto: Marcelo Calazans)Estrutura do prédio ficou comprometida. (Foto: Marcelo Calazans)
Foram gastos 7 mil litros de água para combater as chamas. (Foto: Marcelo Calazans)Foram gastos 7 mil litros de água para combater as chamas. (Foto: Marcelo Calazans)

Oito viaturas do Corpo de Bombeiros se deslocaram para combater o incêndio em um prédio comercial abandonado na Avenida Calógeras, entre as ruas Antônio Maria Coelho e Maracaju, no Centro de Campo Grande. O trânsito foi interditado na região e, por pouco, o fogo não atingiu lojas vizinhas. Foram necessários sete mil litros de água para combater as chamas.

De acordo com os bombeiros, o fogo começou por volta das 8h45 no 1º andar e a estrutura do imóvel ficou comprometida. Roupas e até uma enceradeira foram retirados do prédio.

Segundo Daiane de Carvalho, 22, moradores de rua ocupam o local, que fica próximo a Orla Morena. "A briga entre eles causa este tipo de transtorno. Precisamos ter um cuidado maior com as crianças quando saem para brincar", contou a dona de casa.

O proprietário da selaria Florenço, Odimar Silveira, explica que o prédio era ocupado por dependentes químicos e nos últimos dias um casal estava morando no local. Apesar do reforço de rondas pelo região, os moradores ficam com medo por conta da violência. "Depende do proprietário fechar o prédio. Os imóveis são tombados pelo patrimônio público, mas ninguém cuida, estamos esquecidos".

De acordo com o oficial do comando metropolitano dos Bombeiros, capitão Rafael Venâncio da Rocha, as causas do incêndio vão ser apuradas pela Polícia Civil. Ele ainda alerta que se as chamas fossem de grande proporções, poderia ter se alastrado pela quadra toda, já que os imóveis não possuem isolamento entre si.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions