A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

25/10/2017 11:30

Greve na São Luiz atrapalhou viagem de 22 passageiros nesta quarta-feira

Ricardo Campos Jr. e Bruna Kaspary
São Luiz fretou veículo da Andorinha para fazer trecho Campo Grande - Brasília (Foto: Marina Pacheco)São Luiz fretou veículo da Andorinha para fazer trecho Campo Grande - Brasília (Foto: Marina Pacheco)

A greve dos funcionários da viação São Luiz afetou pelo menos 22 passageiros na manhã desta quarta-feira (25). A categoria reclama do atraso nos salários que deveriam ter sido depositados no último dia 6 e da suspensão dos vales-refeição desde dezembro.

No começo da manhã, sete pessoas que estavam em um ônibus da empresa que apenas passava por Campo Grande e deveria seguir para Araçatuba (SP) tiveram que descer, uma vez que a viagem foi interrompida pelo movimento paredista.

A Agepan (Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos de Mato Grosso do Sul) já estava sabendo da greve e mandou servidores até a rodoviária para acompanhar a situação. Ao ver que os consumidores poderiam ser prejudicados, fizeram a empresa pagar passagens de outra companhia para que eles pudessem completar o trajeto.

Outro veículo da São Luiz deveria partir para Brasília às 11h com 15 pessoas a bordo. A empresa se antecipou e fretou um ônibus da Andorinha para levá-los até o Distrito Federal.

Samir José Silva, presidente do STTRCG (Sindicato dos Trabalhadores em Transporte de Campo Grande), disse ao Campo Grande News que a categoria está com as contas atrasadas e muitos não têm dinheiro para comprar comida para alimentar suas famílias.

Também aderiram ao movimento paredista todos os funcionários de Cassilândia e Rondonópolis (MT). O Campo Grande News tentou contato com o dono da empresa, Ângelo Possari, e com o filho dele Bruno Possari, que atua como gerente, mas nenhum deles atendeu o celular.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions