A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

10/11/2013 20:45

Grupo de 23 pessoas é detido por fraude durante vestibular de Medicina

Helton Verão
Os detidos foram encaminhados a Depac Centro e esconderam o rosto ao entrar na delegacia Os detidos foram encaminhados a Depac Centro e esconderam o rosto ao entrar na delegacia

Um grupo de 23 pessoas foi detido na manhã deste domingo (10), suspeito de tentar fraudar a prova do vestibular para o curso de Medicina da Universidade Anhanguera/Uniderp. Eles estavam com pontos eletrônicos, entre outros dispositivos escondidos pela roupa. Entre os detidos, um adolescente de 17 anos. Os outros 22 têm idades entre 18 e 27 anos.

Professores e alunos do curso de Medicina da faculdade participaram da fiscalização. Após duas horas de prova, quando as primeiras pessoas começaram a sair, os portões foram fechados o que obrigou todos a passarem pelo exame de otoscopia, que avalia visualmente o canal auditivo externo e do tímpano, teste efetuado com a ajuda de instrumentos específicos, como os usados para detectar doenças auditivas.

De acordo com o coordenador de planejamento de curso, Antônio Carlos Carbonaro Salles, o esquema de fiscalização foi proposto por professores que vêm ao longo dos anos questionando o rendimento dos alunos no curso.

“Muitos alunos não apresentavam um bom desempenho depois que ingressavam. Então propusemos um sistema de fiscalização para saber se as pessoas que faziam as provas eram as mesmas que ingressavam no curso ou se utilizavam esquema. Ele foi aceito pela faculdade, tanto que um segundo edital foi publicado”, revelou.

Através de uma foto tirada de cada candidato ao entrar na sala, também será possível comparar depois, durante a matrícula, se o aluno é o mesmo que fez a prova. Isso evita que pessoas pagas realizem o vestibular no lugar de futuros acadêmicos.

Hoje mesmo, essa medida já fez muita gente desistir da prova, diz o professor. "Alguns participantes do esquema chegaram ao local da prova, viam a fiscalização e antes mesmo de começar iam embora”, ressalta Carbonaro.

Sobre o uso de ponto eletrônico, o professor explica que os fraudadores utilizam pontos impossíveis de serem vistos a olho nu. "Então fechamos os portões e fizemos 100% dos candidatos passarem pelo exame de otoscopia", reforça.

O professor cita que alguns teriam pago antecipadamente até R$ 12 mil para participar do esquema. “Eles contratam pessoas que são boas em cada área. Elas entram, fazem a parte deles rapidamente e quando marcam as duas horas, saem e repassam o gabarito a um central que redistribui aos candidatos”, explica o Antônio Carlos.

Em depoimento, os alunos informaram que pagaram pelos pontos eletrônicos valores entre R$ 1,8 mil e R$ 5 mil. Os suspeitos foram levados a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro, onde o caso será investigado.

Eles serão enquadrados por utilizar ou divulgar, indevidamente, com o fim de beneficiar a si ou a outrem ou de comprometer a credibilidade do certame, conteúdo sigiloso como de concursos públicos; avaliação ou exames públicos; processo seletivo para ingresso no ensino superior ou exame ou processo seletivo previsto em lei. A pena pode variar de 1 (um) a 4 (quatro) anos, e multa.

Há pouco, a faculdade divulgou nota sobre o ocorrido, confira ela na íntegra:

A Universidade Anhanguera-Uniderp esclarece que durante o processo seletivo 2014/01, realizado na manhã deste domingo (10/11), foram identificados candidatos tentando fraudar a prova para o curso de Medicina. A Polícia Militar foi acionada e os suspeitos encaminhados para a delegacia.

Primando pela segurança e confiabilidade do processo seletivo, a Universidade utiliza vários procedimentos para evitar qualquer tipo de fraude, do início ao fim do vestibular. Entre os meios utilizados estão detectores de metais e registro fotográfico de cada candidato com o seu documento de identificação; fiscais treinados para monitoramento (incluindo médicos professores e acadêmicos do curso de Medicina), proibição de qualquer tipo de acessório durante toda a duração do vestibular, além da realização de exame de otoscopia (exame do canal auditivo externo e do tímpano efetuado com a ajuda de instrumentos específicos), com o intuito de identificar pontos eletrônicos.

A Universidade repudia qualquer ato criminoso e está à disposição das autoridades para contribuir com o processo de investigação.

De família de escritores, médico lança amanhã livro com poemas
O renomado psiquiatra Marcos Estevão lança nesta quinta-feira (14) em Campo Grande o livro de poesias "Pedaços de Mim", que é um compilado de poemas....
Renegociação de dívidas com a Águas Guariroba pode ser feita até o dia 29
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...


tem que divulgar os nomes dos candidatos , pois sáo maior de idade e todos devem saber quem é . pois é injustiça com aqeles que estudam tanto. Kd o nome dos fraudadores.


 
romilda esteves em 03/12/2013 11:53:45
Para cargo de Governador, Prefeito, Deputado Estadual, Deputado Federal e Vereador com exame médico auricular, exame seletivo médico também deve ser obrigatório, melhores candidatos médicos, professores e doutores para que ouçam o povo nas suas aclamações, reclamações e súplicas sociais. Parabéns pelo método inovador de seleção de espécie de candidatos a vaga de futuros médicos, fazem parte da política regional, donos da grana mandantes de heranças duvidosas, constroem palácios de quarteirão com empréstimos e desvios, Quanto a atuação da polícia sinceramente como sempre o pobre fica em cana, fazem as penas capitais uma piada, soltarem nas ruas esta quadrilha, daqui alguns dias teremos outros vestibulares, sem qualificação adequada temos uma desconfiança, até concurso publico faz parte.
 
ricardo almeida de ramos em 12/11/2013 09:18:45
Eu estive nesse vestibular acompanhando minha filha, é revoltante saber que minha filha estuda 12 horas por dia e tem gente que não estuda nada, simplesmente paga para entrar em uma faculdade de medicina....Isso é o fim do mundo mesmo.....
 
Glaura Araujo em 11/11/2013 20:48:58
Não entendi por que há gente que está sendo contra o que eles fizeram. Hoje é só ir para Argentina, Paraguai, Bolívia e Cuba, fugir do vestibular, e voltar como médico e atender você e seus parentes graças ao governo federal.
 
Antônio Carlos em 11/11/2013 15:53:09
Fraude aqui não filhão, aqui é UNIDERPPPPPPPPPPPPPPPP
 
Ricardo Raul da Silva Sales em 11/11/2013 15:09:31
Trabalho em hospitais a mais de 30 anos hoje vejo com os residentes e medicos são fracos, e pouco interessado em cuidar dos pacientes que precisam, antes eles eram mais eficientes hoje são relapso não tem consideração por um paciente que as vezes vem de longe atraz de um tratamento até os preceptores são preguisosos e sem vontade de trabalhar eles só vizam o dinheiro dos plantões que fazem. Por essas e outra coisa que aconteceu no vestibular da uniderp/anhanguera é que nos deparamos com esses tipos de residentes e"médicos".
 
Rosalina Silveira em 11/11/2013 14:41:37
ALÉM DISSO TUDO HA TAMBEM RESSALTAR OS HORARIOS INFORMADOS PARA ALGUNS ESTAVA HORARIO INICIO DA PROVA AS 09:30 HORARIO DE BRASILIA E OUTROS AS 09:00 NO CASO AQUI INICIARIA AS 08:00 QUE BAGUNÇA!
 
welington ajala em 11/11/2013 11:47:50
Foi preciso a intervenção dos professores da UNIVERSIDADE para atuarem contra uma das máfias de fraude ? Precisaram de médicos para exames ? Escaparam mais outros candidatos sem serem pegos ? Então fica uma proposta curricular séria de valorizar a educação de medicina finalmente. Precisaram invadir os postos de saúde com 5 cubanos para isto acontecer. Fica a dúvida e agora aqueles que estão nos finais de ano do curso ? Serão estes os novos vereadores, prefeitos e governadores do SUUUULLLLL.
 
Carlos Alberto Catalani em 11/11/2013 10:56:02
Revalida p/ todos os médicos.
 
Lia Alves em 11/11/2013 08:41:40
Se na prova da Uniderp acontece isso, imagina em universidades federais e concursos públicos! #lamentavel
 
William Vilela em 11/11/2013 08:34:14
Que médicos teríamos. Parece piada, se no vestibular fazem isso. Imaginem quando estiverem num Posto de Saúde, numa Santa Casa, etc.... Brincadeira!
 
Mauricio Almeida em 11/11/2013 07:33:39
Imagina então concursos federais concorridos, quantos não estão lá por fraude??? A vinte anos atrás já deviam fazer otoscopia em todos os candidatos desses concursos. Pois muitos que se dedicaram foram passados pra traz. Os indícios são contundentes.
 
Fernando Lima em 11/11/2013 07:33:34
Que absurdo. A burguesia sul-mato-grossense, odiosa até o fim. Pena, ô estado viu...
 
Bergo de Almeida em 11/11/2013 06:50:03
A pessoa paga para tentar fraudar vestibular de universidade particular e depois se sujeita a pagar mais de 4 mil de mensalidade. Isso é muito atestado de burrice né, eu teria vergonha de ser assim, assumir a burrice e que precisa pagar para tentar ser alguém na vida. Eu que não quero consultar com médicos formados dessa forma.
 
rafael santos em 11/11/2013 00:54:25
Continuem agora lá dentro, pois, vários entram desta forma, nos anos anteriores que n seguiam este rigor e estão cursando. Apurar o restante é fundamental. Já pensou um medico deste no mercado? do que seria capaz?
 
Ana Aparecida em 11/11/2013 00:27:22
O jeito é puxar o currículo de todo mundo que tem apresentado dificuldades no curso e depois, xadrez neles!
 
Carlos Magno em 10/11/2013 23:49:22
Muuuito bom, este processo de segurança deveria ser utilizado em todos os concursos públicos... Parabéns aos organizadores!!!!
Pra quê fazer medicina (cuidar de vidas valiosas), se não tem a capacidade de passar numa simples prova de vestibular!!!!
 
Renata Antunes em 10/11/2013 22:55:04
lamentavel! o que esperamos como cidadãos, são profissionais honestos em qualquer nivel da sociedade, e quando vemos futuros médicos, já tentando fraudar o vestibular, ficamos indignados. pois, o que podemos esperar daqueles que já são desonestos antes mesmo de serem "profissionais" parabéns! aos honestos, mesmo que os teus sonhos se frustem em detrimento dos fraudadores. sim, pois, teremos como cidadãos, muito mais orgulho dos honestos profissionais, talvez de curso técnico, do que de um médico desonesto. aquele que comete fraude no vestibular, muito provavelmente, será um corrupto futuro. cometerá fraude também contra o SUS, deixará de socorrer aqueles que realmente precisem de um médico. sim, pois este paciente estará à frente de um mercenário, e mercenários não tem o neces. compaixão.
 
nivaldo muniz em 10/11/2013 22:42:43
GOSTARIA DE PARABENIZAR OS RESPONSÁVEIS POR ESTA LUTA DE UMA CONCORRÊNCIA MAIS JUSTA, POIS QDO SE FAZ UM CURSINHO ESTUDANDO PRATICAMENTE 24HS POR DIA, NÃO CONSEGUE AI VEM OS ESPERTINHOS QUE COMPRAM... CONSEGUEM UMA VAGA?
 
Maria Aparecida em 10/11/2013 22:28:39
Linda foto! Muito bom ver os fraudadores se dando mal! Justiça aos que sofrem nos bancos de cursinho injustamente, pelo crime desses ladrões de sonhos! Xilindró neles!
 
Otávio Tanus em 10/11/2013 21:47:09
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions