A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Setembro de 2019

09/05/2013 10:11

Grupo frauda documentos no Detran para licenciar carros para o tráfico

Francisco Júnior e Viviane Oliveira
Operação também realiza prisões em Campo Grande (Foto: Marcos Ermínio)Operação também realiza prisões em Campo Grande (Foto: Marcos Ermínio)

Uma quadrilha que fraudava documentos do Detran/MS (Departamento de Trânsito de Mato Grosso do Sul) de Antônio João foi presa nesta manhã (9) durante Operação PC 27, desencadeada em todo o Estado pela Polícia Civil.

Foram presos o gerente do departamento daquela cidade, Alexandre Lino Aristimunha, o tabelião substituto do cartório de notas, Alexandre Marques, a vistoriadora do Detran de Ponta Porã, Luciane Dariz Farinha, e Aral Mattozo, dono de uma empresa de despachante. 

Não é a primeira vez que Mattozo é preso em uma operação policial. Em 2004, foi capturado durante a operação Ciclone. Ele enviava drogas de Ponta Porã para o Rio de Janeiro.

De acordo com o delegado da Deco (Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado), João Eduardo Davanço, a quadrilha presa hoje clonava e legalizava veículos usados para o tráfico de drogas, além de lavagem de dinheiro. “Essa quadrilha usava nomes falsos para registrar os veículos. Eles forjavam documentos”, explicou o delegado.

Os presos vão responder por inserção de dados falsos no sistema de informação, falsidade ideológica, uso de documento falso, lavagem de dinheiro, tráfico de drogas, e associação para o tráfico.

No total, 11 mandados de prisão estão sendo cumpridos em Ponta Porã e Antônio João, ambas as cidades fazem fronteira com o Paraguai.

A operação PC 27 é realizada em todo o País. No Estado, a Polícia Civil tem 215 mandados de prisão para cumprir.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions