A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

15/07/2019 08:28

Grupo vai à Câmara para defender corredor de ônibus na Afonso Pena

Faixa exclusiva é a solução para aumentar velocidade de 15 km/h para 25 km/h

Aline dos Santos
Ônibus precisa disputar espaço com outros veículos na avenida Afonso Pena, no Centro. (Foto: Henrique Kawaminami)Ônibus precisa disputar espaço com outros veículos na avenida Afonso Pena, no Centro. (Foto: Henrique Kawaminami)

A Ussiter (União Sul-mato-grossense dos Usuários do Sistema Integrado de Transporte Urbano e Estadual Rodoviário) vai defender nesta segunda-feira (dia 15), durante audiência pública na Câmara Municipal de Campo Grande, o recuo de um metro no canteiro da Avenida Afonso Pena, no Centro da cidade. A audiência pública começa às 9h.

“Estamos buscando apoio das lideranças comunitárias, do sindicato dos trabalhadores do transporte coletivo. Estamos nessa luta para que o sucesso seja garantido. É uma questão de segurança para os usuários”, afirma o presidente da Ussiter, Antônio Aparecido Duarte.

De acordo com ele, o recuo de um metro do canteiro central abre corredor exclusivo para o transporte coletivo, que também facilita a passagem para ambulâncias e viaturas policiais. Contudo, o canteiro central da Avenida Afonso Pena é tombado como patrimônio histórico-cultural e paisagístico.

Solução para ampliar a velocidade média dos ônibus de 15 km/h para 25 km/h, as faixas exclusivas existem em poucos pontos da cidade, como no trecho da Rui Barbosa que passa pelo Centro, na avenida Afonso Pena perto do Shopping Campo Grande e na extensão da avenida Duque de Caxias.

No ano passado, o transporte coletivo fez 48 milhões de viagens em Campo Grande. A frota tem 570 ônibus, que devem ter reforço de 55 novos veículos. Por dia, são transportadas 200 mil pessoas.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions