ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEXTA  27    CAMPO GRANDE 26º

Capital

Guarda conversa com adolescente na internet e é chantageado por suposto pai

O homem pediu dinheiro para não denunciar o caso a polícia e a Prefeitura de Campo Grande

Por Geisy Garnes | 15/01/2022 16:47
Caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol (Foto: Marcos Maluf)
Caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol (Foto: Marcos Maluf)

Um guarda municipal de 34 anos procurou a polícia neste sábado (15) após ser chantageado por supostamente trocar mensagens com uma menina de 16 anos na internet. Ele teria sido procurado pelo pai da jovem, que pediu mais de R$ 3 mil para não entregar as conversas a polícia e a Prefeitura de Campo Grande.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado pelo guarda, a conversa com a menina começou pelas redes sociais. A jovem se apresentou e falou que tinha 16 anos. Os dois trocaram algumas mensagens e depois de um tempo um número do Rio Grande do Sul o procurou por WhatsApp.

Alegando ser o pai da menina, explicou que havia descoberto as conversas da filha com o homem mais velho e casado, por isso quebrou o notebook dela. O homem então começou a “negociar” com o guarda.

Afirmou que para não denunciar o caso a polícia do Rio Grande do Sul e a Prefeitura de Campo Grande ele precisava pagar por um novo notebook para a menina e enviar R$ 3.699,00. Desconfiado que estava sendo vítima de um golpe, o guarda passou a fazer várias perguntas ao homem e notou contradições na história, por isso resolver procurar a delegacia.

O caso agora é apurado pela polícia civil de Mato Grosso do Sul como extorsão.

Nos siga no Google Notícias