A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

08/01/2014 16:01

Há mais de 24 horas em cima da árvore, gato dá “baile” em bombeiros

Mariana Lopes e Filipe Prado
Dona de gato acompanha a tentativa de resgatar o animal de cima da árvore (Foto: Marcos Ermínio)Dona de gato acompanha a tentativa de resgatar o animal de cima da árvore (Foto: Marcos Ermínio)
Bombeiros ficaram quase duas horas no local para tentar regatar gato, mas não tiveram êxito na missão (Foto: Marcos Ermínio)Bombeiros ficaram quase duas horas no local para tentar regatar gato, mas não tiveram êxito na missão (Foto: Marcos Ermínio)

Desde a manhã de ontem (7), um gato está preso no alto de em uma árvore e mobiliza a família e os bombeiros para tentar resgatá-lo. A dona dele, Noemi Gabrielly Aquino, 11 anos, acredita que o animal escalou os galhos por medo dos cachorros que moram na casa à frente da dela, na rua Rio Negro, na Vila Margarida, em Campo Grande.

A árvore fica na calçada da casa onde moram seis cães, sendo três adultos e três filhotes. Segundo Noemi, ela tentou de tudo para fazer o gato descer, mas como todas as alternativas não tiveram sucesso, a mãe da menina resolveu ligar para o Corpo de Bombeiros e pedir ajuda.

O problema é que o felino “deu baile” também nos militares, que ficaram no local aproximadamente 2 horas tentando resgatar o gato. Mas também não tiveram êxito na missão.

De acordo com o capitão Bruno Leite, a árvore tem mais ou menos 8 metros de altura e quando um dos bombeiros se aproximou do gato, ele subiu para outro galho mais alto, mais fino e na extremidade.

“A árvore é bem velha e se subirmos mais, coloco em risco a segurança dos militares”, explica o capitão.

Diante da situação, a estratégia adotada pelo Corpo de Bombeiros foi de colocar comida próximo à árvore para ver se o gato desce sozinho. Porém, caso a tentativa não dê certo, os militares retornarão ao local até o final da tarde de hoje (8), para tentar outra forma de resgate.

Noemi conta que ela achou o gato na rua e o adotou no meio ano passado. O nome dele é Nino e tem menos de um ano. Visivelmente preocupada e angustiada em ver o animal de estimação sem conseguir descer da árvore, a menina diz que tem medo de perder o gatinho.

Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...
Vice-governadora visita projeto em que detentos reformam escolas
O projeto "Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade", desenvolvido pelo Poder Judiciário estadual, foi conhecido e elogiado na sexta-feira (...
Crianças do Vespasiano Martins recebem Papai Noel e ganham presentes
As crianças do loteamento Vespasiano Martins, na periferia de Campo Grande, receberam a visita especial do Papai Noel neste sábado (16). Foram distri...


Parabéns!!! ao amigos bombeiros e a garotinha, por ter tanto amor ao seu bichinho.
Feliz 2014, a todos envolvidos no resgate do bichano..
Boa matéria!! galera.
 
Neyde de Oliveira em 09/01/2014 12:48:08
Mais uma notícia que alegra nossos dias!!!Primeiro foi da cadela Matilde também adotada em Ponta Porã e, hoje do Nino. Somente pessoas com coração repleto de amor são capazes de gestos nobres!!!Parabéns também ao Corpo de Bombeiros!!!É...ainda dá para ter a esperança de um mundo melhor!!!
 
Graziela Brito em 08/01/2014 17:05:45
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions