ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SEGUNDA  27    CAMPO GRANDE 15º

Capital

Helicóptero sofreu pane após 20 minutos de voo e caiu na hora do pouso

Dois pilotos e dois tripulantes estavam na aeronave no momento da queda

Por Ana Paula Chuva | 18/04/2024 13:00
Aeronave caída em área de grama às margens da pista de pouso (Foto: Paulo Francis)
Aeronave caída em área de grama às margens da pista de pouso (Foto: Paulo Francis)

O helicóptero Bell 206 com prefixo PT-HBM, que pertence à Casa Militar de Mato Grosso do Sul, estava há 20 minutos voando quando sofreu uma pane. A aeronave estava com dois pilotos e dois tripulantes e caiu por volta das 11h40 desta quinta-feira (18), no Aeroporto Santa Maria, em Campo Grande.

Conforme nota do Governo do Estado, o acidente aconteceu na cabeceira da pista já durante o pouso do helicóptero. Um dos pilotos sofreu ferimentos leves com dor na lombar e foi encaminhado para atendimento médico por equipe do Corpo de Bombeiros.

“O helicóptero estava há 20 minutos no ar, em um voo semanal de giro realizado para preservação do equipamento. Durante o voo, o motor sofreu uma pane. Uma manobra de emergência chamada autorrotação foi realizada pelos pilotos para que o pouso ocorresse na lateral da pista. Contudo, ao tocar o solo, o helicóptero pironou (nome para uma espécie de capotagem). Como já estava em solo, a gravidade do ocorrido foi reduzida consideravelmente”, diz a nota.

Todos os ocupantes do helicóptero - dois coronéis, um subtenente e um sargento -  estavam conscientes durante os primeiros socorros.

Acidente - Equipes do Corpo de Bombeiros, do Dracco (Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado), da PM (Polícia Militar) e do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) estiveram no local. Vídeo mostra o helicóptero caído de lado em uma área de grama no aeroporto.

Conforme apurou o Campo Grande News, o helicóptero modelo Bell 206 com prefixo PT-HBM foi fabricado em 1991 e comprado/transferido em novembro de 2001. A aeronave está em situação regular de voo na Anac (Agência Nacional da Aviação Civil).

No registro, o proprietário consta como sendo a empresa Aerotaxi Atual Ltda e o operador como a Polícia Militar de MS.

À reportagem, o pedreiro Adolfo Araújo Filho, 63 anos, contou que ouviu um barulho estranho no momento em que o helicóptero levantou voo. "Estava construindo aqui a sala VIP perto do hangar e ouvi um barulho muito feio. Falei que ia cair e aí em seguida vi a correria do pessoal", disse.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias