A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

28/03/2012 14:09

Homem confessa que matou ex-mulher e alega que foi por ciúmes

Mariana Lopes e Francisco Junior

Ele se apresentou na delegacia na manhã de hoje, após quatro dias do crime, e disse ao delegado que matou Gláucia porque soube que ela estaria saindo com outro

Baseado em depoimentos de pessoas que convivem com Djalma, delegado diz que ele tem o perfil ciumento(Foto: Pedro Peralta)Baseado em depoimentos de pessoas que convivem com Djalma, delegado diz que ele tem o perfil ciumento(Foto: Pedro Peralta)

Djalma Dias da Silva, de 34 anos, confessou, em depoimento à polícia na manhã desta quarta-feira (28), ter matado a ex-mulher Glaucia Aparecida Perreglinele Jara, de 44 anos, por ciúmes. O crime aconteceu no último domingo (25), no Jardim Leblon.

O advogado de Djalma, que nega que o crime tenha sido premeditado, disse que seu cliente teria matado a ex-mulher porque soube que ela estaria namorando outro e ficou desequilibrado.

De acordo com o relato do acusado, no dia do crime ele foi tirar satisfação com Glaucia sobre o novo relacionamento dela, os dois começaram a brigar e ele a degolou com uma faca de cozinha.

Briga - O depoimento durou cerca de duas horas e, segundo o delegado Valmir Moura Fé, no dia do crime, Djalma esperava Glaucia no quintal da casa dela, debaixo de um pé de acerola, que estava em um bar com amigos.

Quando a costureira chegou de mototáxi, ela abriu a porta dos fundos e voltou a falar com o mototaxista, quando Djalma aproveitou para entrar na casa e se esconder debaixo da cama do quarto dela.

Ainda de acordo com o delegado, quando Glaucia foi trocar de roupa, o ex-marido saiu debaixo da cama e os dois começaram a brigar. No meio da discussão, Djalma deu uma gravata nela e com uma faca da cozinha deu dois golpes na garganta.

Moura Fé disse que o acusado deitou a vítima na cama, colocou o travesseiro na cabeça dela e a cobriu com o edredom. Glaucia foi encontrada morta pelo filho, Rogério Jara Vilharva, de 25 anos.

Conforme o delegado, Djalma disse que amava muito a ex-mulher. Após cometer o crime, Djalma fugiu para Anastácio.

Relacionamento - O casal se conheceu há oito meses durante uma festa e dois meses depois passaram a morar junto. Ela havia terminado o relacionamento, mas ele queria reatar. Djalma afirma que eles haviam se separado na quarta-feira anterior ao assassinato.

Outras agressões - Djalma é acusado de ter agredido Glaucia em ocasiões anteriores, mas ele nega. Segundo testemunhas, em fevereiro deste ano, Glaucia chegou a interromper a gestação de três meses, por conta de golpes na barriga que levou do ex-marido.

De acordo com a Polícia e com familiares, ela já havia sido agredida por Djalma outras vezes. Ela sempre aparecia com hematomas, mas atribuía as marcas a quedas.

Liberdade - Djalma será indiciado por homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil e por não permitir defesa da vítima. Como ele se apresentou e não oferece risco às testemunhas, responderá o processo em liberdade. De acordo com Moura Fé, não há elementos suficientes para pedir prisão preventiva do acusado.

Presente na delegacia, a irmã de Glaucia, Sebastiana Jara, estava revoltada. “Como podem deixar um assassino desse, que bate em mulher grávida, solto?”, disse aos gritos.



Como que o filho vai agir nessa com o pai?
 
Ana Paula Ramos em 07/01/2013 12:04:12
Num Pais que o Supremo Tribunal Federal, descaracteriza uma lei como a de bebados no volante tirando da autoridade policial o direito de arrolar testemunhas, que o mesmo Supremo manda soltar estuprador de tres crianças de 11 e 12 anos alegando que as mesmas já tinham vida sexual ativa, o que podemos esperar....nada. Os nossos sentimentos as familias enlutadas todos dias por esses assassinos .
 
Cid Pinheiro em 30/03/2012 09:44:00
O delegado, Juiz, promotor e o advogado, nada podem fazer, senão cumprir a lei, que é feita pelo Congresso Nacional (Deputados e Senadores), por nós escolhidos. Enquanto nova lei não vier a mudar a atual, só nos resta na próxima eleição, não vender o voto, escolher bem o deputado ou senador, para não ficar aqui culpando a Justiça que na verdade não tem culpa nenhuma pelos absurdos do dia a dia.
 
ademir gomes em 29/03/2012 10:56:16
Que absurdo! Lamentável.
 
Inez Oliveira em 29/03/2012 08:04:28
REFORMA DO CÓDIGO PENAL!!!! URGENTE!!!!!!!
 
Laura Cristina em 29/03/2012 07:54:13
REALMENTE E UMA VERGONHA. ONDE E QUE VAMOS PARAR, AGORA E ASSIM,A MULHER E OBRIGADA A VIVER COM UM HOMEM QUE NÃO AMA.OU SENÃO MORRE? O QUE QUE E ISSO. E A JUSTIÇA? MAS O QUE E MESMO JUSTIÇA? COMO FUNCIONA?SE ALGUÉM SOUBER, POR FAVOR ME RESPONDA.
 
luzia duarte em 29/03/2012 07:38:11
Então é tudo muito fácil: matar, fugir do flagrante, se apresentar depois, e responder em liberdade. Só no Brasil mesmo!!!!!!
 
sil ramos em 28/03/2012 10:15:56
isso é muito triste,esse rapaz tirou o direito de uma pessoa viver ...e ainda vai responder em liberdade!! isso é uma vergonha como diz o grandioso jornalista BORIS CASOY,justiça de DEUS seja feita ,se as dos homens falham!!!
 
maria e lupato em 28/03/2012 10:09:39
Se fosse um animal que ele tivesse matado, mesmo por acidente, tava preso,sem fiança...mas um ser humano....(pode??)
 
RAMONA TEIXEIRA em 28/03/2012 09:06:35
A culpa é nossa que elegemos mal nossos representantes, e não exigimos deles uma reforma no nosso ultrapassado código penal! nessa época é que devemos pensar que não é só de asfaltos e um milhão de obras intermináveis precisamos de reforma nas nossas leis urgentemente.
 
sandra lima em 28/03/2012 08:36:45
é a justiça funcionando assim, esta abrindo portas pra matar e ficar solto por ai, fazendo mais vitimas, isso nao existe, q justiça cega é essa??? so por DEUS...
 
Shyrle silva em 28/03/2012 08:17:59
A verdadeira justiça e de DEUS TD SE ENOVA MENOS NOSSA LEIS ....
 
marcia genuino em 28/03/2012 08:05:47
Puxa vida! Será que a nossa justiça não enxerga que esse cara matou uma pessoa,tirou dela o privilégio de viver ? Como assim? Ele não é perigoso? Não tem argumentos suficiente para prende-lo? Por isso que as pessoas matam todos os dias,Por quanto dessa justiça falha.Entende-se que se ele fez isso com ela,poderá fazer com outra mulher.. Que absurdo! O Deus volta logo para julgar esta nação....
 
solange Gomes em 28/03/2012 07:43:54
Senhor delegado,se um monstro desse não representa perigo,eu fico sinceramente perdida sem ação não dá para entender, ele é para mim é assassino duas vezes matou seu próprio filho e depois a Gláucia, ele é um assassino! pessoas que matam tem que ficar presa, ele deve tá se sentindo o máximo matei e vou ser livre,e ele tem a cara de pau de dizer que não premeditou,que Gláucia faça sua justiça...
 
Maria Auxiadora da silva Lopes Sabino em 28/03/2012 07:32:53
É POR ESTES DESLIZES DA LEI,QUE MEU PENSAMENTO É JUSTIÇA COM AS PRÓPRIAS MÃOS,ESTA É A UNICA QUE FUNCIONA.ESPERO QUE O FILHO DELA TOME UMA ATITUDE,FAÇA O MESMO COM ESTE PILANTRA,CONTRATA UM ADVOGADO,E SE DEFENDA DIZENDO QUE FOI AMEAÇADO POR ELE,AI É SIMPLES VAI NA DELEGACIA CONTA A HISTORINHA,E VAI EMBORA.
 
DANIEL SOARES em 28/03/2012 07:19:17
A gravidade do crime imputado ao acusado,por si só,não é motivo suficiente para a decretação da prisão preventiva.Se o delegado representar pela prisão,logo seria feita uma justiça sumária que viola o devido processo legal e a presunção da não culpabilidade.
 
Amilton Almeida em 28/03/2012 06:23:46
Ela tem um filho de 25 anos... se é minha mãe esse cara tá.Mortinho...
 
Sandro Trindade Benites em 28/03/2012 05:46:37
Mas que justiça essa nossa...o moçoilo matou violentamente, sem que a vítima pudesse se defender e ainda vai responder o processo em liberdade???????? Protesto
 
Rosi de Souza em 28/03/2012 05:21:07
e um absurdo deixar um cara como esse solto so aqui no brasil mesmo essa lei que nao serve pra nada protege os marginais
 
tonho bibier em 28/03/2012 04:50:14
E uma pouca vergonha essa justiça brasileira, primeiro bate na mulher ate ela ter um aborto espontâneo, mata ela por ciumes, e a justiça deixa o cara responder em liberdade. Eita Brasilzão mesmo cada dia pior
 
Michelle Gomes em 28/03/2012 04:41:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions