A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

03/12/2015 15:30

Homem é condenado a 17 anos por matar outro a golpes de machado e portar fuzil

Edivaldo Bitencourt

Sandro Luges Duarte, 34 anos, foi condenado a 17 anos e quatro meses de prisão em regime fechado por ter matado Ramão Rodrigues a golpes de machado em abril de 2013. Além do assassinato, ele também foi condenado por ocultação de cadáver e portar um fuzil calibre 762, de uso exclusivo do Exército.

Sandro e o irmão, Marcus Luges Duarte, 31, foram a júri popular nesta quarta-feira na 2ª Vara do Tribunal do Júri em Campo Grande. Na sentença do juiz Aluizio Pereira, da 2ª Vara do Tribunal do Júri, divulgada hoje, Marcus foi absolvido pelo crime e condenado a quatro anos em regime aberto pelo porte de arma de fogo.

Já Sandro confessou que matou Ramão a golpes de machado e ocultou o corpo, em abril de 2013, em um terreno baldio no Jardim Auxiliadora, em Campo Grande. A defesa alegou forte emoção e pediu a absolvição do acusado.

No entanto, o júri o considerou culpado. Ele foi condenado a 12 anos e um mês pelo assassinato; um ano e seis meses pela ocultação do cadáver e a quatro anos pela posse do fuzil das Forças Armadas. Com os atenuantes, a pena definitiva foi fixada em 17 anos de prisão. Os irmãos podem recorrer da decisão.

Problema rotineiro, chuva causa alagamentos no bairro Cidade Morena
A chuva que atingiu Campo Grande no fim da tarde deste domingo (17) causou vários problemas à população, desde alagamentos a problemas estruturais em...
Mulher é atropelada pelo ex-marido e está em estado grave na Santa Casa
Uma mulher de 33 anos foi atropelada pelo ex-marido e está internada em estado grave na Santa Casa de Campo Grande, sedada e entubada na CTI (Centro ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions