A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019

30/03/2016 20:31

Homem é condenado a 7 anos de prisão por matar colega a pauladas

Nyelder Rodrigues
Manoel, na época do crime, afirmou deu paulada em Robson para não morrer (Foto: Arquivo Campo Grande News)Manoel, na época do crime, afirmou deu paulada em Robson para não morrer (Foto: Arquivo Campo Grande News)

Manoel Pereira da Silva, de 54 anos, foi condenado nesta quarta-feira (30) a sete anos e seis meses de prisão, em julgamento realizado pela 2ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande. Em 9 de julho de 2012, ele matou com pauladas na cabeça Robson Alcides Anastácio Sanches, 30 anos. O caso aconteceu em um depósito de materiais de construção onde réu trabalhava.

Na época do crime, ocorrido na rua Imbu, bairro Parque dos Laranjais, Manoel alegou que Robson queria roubar o depósito e que o ameaçou com uma faca, e por isso ele reagiu daquela maneira. ""Ele entrou no portão com uma faca na mão, corri para dentro do quarto, ele foi atrás e disse que ia matar. Eu pedi para ele não fazer isso, mas aí peguei o pedaço de pau pra me defender”, contou na ocasião.

Porém, o Ministério Público acusou o réu de sempre se reunir com a vítima para consumir drogas, e que no dia do crime, eles discutiram, o que resultou nas agressões que terminaram com a morte de Robson no local.

Já a defesa de Manoel, feita pela Defensoria Pública, pediu a absolvição dele, pois ele teria agido em legítima defesa e sob "privilégio do domínio da violenta emoção" após ter sido provocado por Robson. No juri, a maioria acolheu a tese da defesa, reduzindo a pena de Manoel, sendo ele condenado apenas pelo crime de homicídio simples.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions