A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

12/03/2013 09:07

Homem é solto após sequestro no Centro, mas fica sem o automóvel

Francisco Júnior e Paula Maciulevicius
Vítima prestou depoimento na delegacia. (Foto: Vanderlei Aparecido)Vítima prestou depoimento na delegacia. (Foto: Vanderlei Aparecido)

O homem sequestrado na madrugada desta terça-feira (12), em Campo Grande, foi libertado meia hora depois de ser pego na rua Barão do Rio Branco, no Centro, pego da antiga Estação Rodoviária. A vítima, de 43 anos, prestou depoimento na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.

Ele, que pediu para não ter a identidade divulgada, disse que os bandidos foram violentos e o ameaçaram de morte o tempo todo. Ainda abalado com o ocorrido, o homem, que trabalha em uma empresa de gesso, conta que após deixar a mulher no trabalho, na rua Barão do Rio Branco, próximo a antiga rodoviária, por volta das 3 horas, dois homens armados entraram no veículo e anunciaram o assalto.

O gesseiro relata que foi dirigindo até o Camelódromo, na Avenida Afonso Pena. Lá, um dos bandidos assumiu a direção do carro e ele foi colocado no banco de trás. “A ordem era para que eu ficasse abaixado”, relatou.

Cerca de meia hora depois, na BR-060, na saída para Sidrolândia, próximo a uma plantação de soja, os assaltantes pararam o carro e o mandaram descer e sair correndo, sem olhar para trás.

O homem conta que levou uma hora para conseguir socorro. “Peguei o celular emprestado de um ciclista que estava passando e liguei para a minha filha. Ela ligou para meu cunhado que foi me buscar e nós viemos direto para a delegacia”, relatou.

Segundo ele, os bandidos achavam que por conta do modelo do veículo, possuía grande quantidade de dinheiro. “ Como você tem um carro desse e não tem dinheiro?”, foi uma das indagações feitas à vítima pelos sequestradores.

A dupla fugiu levando o carro e R$ 200. Policiais da Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais) fizeram rondas a procura dos assaltantes, mas não conseguiram localizá-los.

Conforme as investigações, a intenção dos bandidos era também levar a mulher da vítima. Ela desceu do carro do marido e logo que subiu à calçada dos Correios, onde trabalha. O veículo Logan, usado no assalto, parou atrás do carro do casal e três ocupantes desceram.

Dois deles entraram de imediato no Cobalt, enquanto o outro ficou chamando a passageira, que fingiu não ter ouvido e seguiu para a agência dos Correios. Eles desistiram e saíram com o homem no carro, sendo seguidos pelo Logan.
Foi a mulher quem comunicou a Polícia sobre o sequestro.

PM e Polícia Civil procuram homem sequestrado no centro da Capital
A Polícia da Capital e a Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais) estão mobilizadas, desde às 3h da madrugada...
Mulher é atropelada pelo ex-marido e está em estado grave na Santa Casa
Uma mulher de 33 anos foi atropelada pelo ex-marido e está internada em estado grave na Santa Casa de Campo Grande, sedada e entubada na CTI (Centro ...


silvio rofman concordo com vc balas neles
 
flaudemir leit p em 12/03/2013 22:50:26
bao tarde amigos, hj campo grande esta cresseno muito o numeros de roubo de veiculos almentou muito certo vou deixar um recado comprou um veiculo de um certo valor contrato uma empresa de rastreamento sendo assim a recuperação seria bem mais rapido,tanto da vitima quanto do seu bem material eu trabalho com rastreador sei o quanto e importante intão não perga tento,e me procure no por meio do meu e-mail um muito obrigado.
 
edison de oliveira em 12/03/2013 16:29:13
Anterior ao veículo Logan e Cobalt esses marginais roubaram um veículo Gol. Tudo ocorrido na mesma noite de ontem. Como eu sei desses fatos senhores?! Porque tive que buscar meu irmão na madrugada na delegacia, e ele é o dono do Logan em questão. O curioso é que ao ir levar meu filho na escola hoje pela manhã, cruzei com o veículo Logan e o meliante conforme descrição feita pelo meu irmão, ao acionar a polícia via 190 e seguir de longe o carro por aproximadamente 10 minutos até perdê-lo de vista, não vi nenhuma viatura vir atender a ocorrência.
O referendo sobre o desarmamento teve mais de 49 milhões de votos contra desarmarem o cidadão. E mesmo assim os políticos insistem em penalizar os cidadãos de bem. Ou investe-se na Segurança Pública ou que deixem o cidadão se defender.
 
Silvio Hofmann em 12/03/2013 11:05:43
Se fizeram isso com uma pessoa que tem um cobalt, que é popular, o que é que não vão fazer com alguém que tem um focus, um camaro...
 
juliao pedrozo em 12/03/2013 10:59:43
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions