A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

21/05/2012 15:57

Homem que aliciou cinco crianças prometia emprego às vítimas

Viviane Oliveira
Segundo Regina, o homem confessou que abusou das cinco crianças. (Foto: arquivo / Minamar Júnior)Segundo Regina, o homem confessou que abusou das cinco crianças. (Foto: arquivo / Minamar Júnior)

O homem que foi preso por aliciar cinco crianças, entre 8 a 13 anos, em Campo Grande, prometia emprego às vítimas. De acordo com a delegada da DPCA (Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente), Regina Márcia Rodrigues Mota, ele mantinha uma marcenaria em casa e acolhia as crianças com a promessa de trabalho, viagens, roupas e de ser "o guardião delas".

Segundo a delegada, em novembro do ano passado chegou uma denúncia na Delegacia de que um homem abusava sexualmente do enteado de 8 anos. Durante as investigações o menino relatou à Polícia, que além dele o padrasto abusava de outros adolescentes também.

A partir dos relatos desse menino, a Polícia chegou às outras vítimas. A delegada conta, que além do enteado de 8 anos, dois meninos de 12 e 13 anos moravam na casa do marceneiro para trabalhar, com o consentimento da mãe.

O caso veio à tona quando o menino de 13 anos resolveu contar sobre os abusos para a mãe. Quando a mulher foi ao Fórum descobriu que o homem pleiteava a guarda do filho dela, de 12 anos, na Vara da Criança e Juventude do Idoso.

No processo em que tentava conseguir a guarda, o órgão descobriu que em 2005 havia uma denuncia de abuso sexual contra ele.

A Vara da Criança e Juventude encaminhou para a DPCA todos os processos judiciais em que o homem aparecia como acusado. Na delegacia constaram que ele havia feito, há 5 anos, uma denuncia de estupro contra o enteado.

Na denuncia ele acusava o enteado, de 17 anos, de estuprar a irmã de 4 anos, filha dele com a mãe do menino. Durante o inquérito, afirma a delegada, ficou claro que não houve a violência sexual e que a denúncia havia sido feita por vingança. Segundo o menino, o padrasto é quem abusava dele e ficou com raiva ao ser rejeitado por ele.

Como ele agia - A delegada disse que em depoimento o homem confessou que abusou das cinco crianças. Segundo ele, não obrigava ninguém a fazer sexo. Todos faziam porque queriam. Ele chegou a afirmar, que as crianças gostavam.

O homem tinha boas condições financeiras e atraía os adolescentes com dinheiro, viagens, idas ao shopping, roupas e festas. Com poder de persuasão e de sedução, o homem, interessado nos filhos delas, chegou a morar com duas mulheres.

Conforme a Polícia, o homem usava jogos eróticos com as crianças, e durante as festas, o homem fazia sexo com um deles, na frente dos demais.

Apesar de pedofilia ser considerada uma doença, afirma, nestes casos foge das doenças mentais que permite a diminuição da pena. No total o homem abusou de cinco crianças, duas delas enteados. As crianças não eram da mesma família, como havia sido informado anteriormente.

No dia 13 de fevereiro foi decretada a prisão provisória do homem e no dia 12 de abril a preventiva. Ele está preso no Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande. De acordo com a delegada, o homem vai responder por abuso de vulnerável, e pode pegar até 15 anos de prisão por cada criança.

Homem é preso acusado de abusar sexualmente de 5 crianças
Está preso no presídio de segurança máxima de Campo Grande um homem de 35 anos que é acusado de abusar sexualmente de cinco crianças. As vítimas, seg...
Durante discussão, adolescente de 17 anos é esfaqueado pelo amigo
Um jovem de 17 anos foi levado em estado grave para a Santa Casa após ser esfaqueado na noite deste sábado, na frente da casa em que mora no Bairro G...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions