A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

14/09/2015 10:05

Homem que morreu ao bater carro em poste tinha 7 passagens pela polícia

Luana Rodrigues
Daniel, que não usava cinto de segurança, ficou preso às ferragens.(Foto: Reprodução/ Facebook)Daniel, que não usava cinto de segurança, ficou preso às ferragens.(Foto: Reprodução/ Facebook)
Veículo ficou totalmente destruído após atingir poste (Foto: Direto das Ruas/Cesar Constantino)Veículo ficou totalmente destruído após atingir poste (Foto: Direto das Ruas/Cesar Constantino)

Daniel Henrique Rodrigues Corrêa, 29 anos, que morreu na madrugada deste domingo(13) após bater o carro que conduzia contra um poste de energia elétrica, tinha pelo menos duas passagens pela polícia por perturbação de sossego e cinco por lesão corporal. Conforme informações da polícia, ele saiu da prisão no dia 11 de agosto, depois de ser preso por violência doméstica.

Segundo a Polícia Civil, a vítima seguia pela Rua 14 de Julho, próximo à Calarge, no Centro de Campo Grande, em um veículo Palio, quando perdeu o controle da direção e bateu no poste de energia elétrica. O rapaz conduzia o veículo na contramão.

A pancada foi tão forte que o banco do motorista chegou a quebrar. Daniel, que não usava cinto de segurança, ficou preso às ferragens.

Ele chegou a ser atendido por uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas sofreu vários ferimentos como fratura cervical, trauma torácico e desvio de traqueia, por isso não resistiu.

De acordo com o delegado plantonista Messias Pires, a polícia não descarta que o motorista estivesse embriagado. No carro do rapaz foi encontrado vômito. "Pelo estrago que ficou no carro e poste, tudo indica que a vítima estava em alta velocidade”, diz.

O caso foi registrado como acidente de trânsito com vítima fatal provocado pela própria vítima na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.



"... tinha pelo menos duas passagens pela polícia por perturbação de sossego e cinco por lesão corporal. "...

" no Centro de Campo Grande, em um veículo Palio, quando perdeu o controle da direção e bateu no poste de energia elétrica. O rapaz conduzia o veículo na contramão"

O cara de baixo fala que os condutores abandonaram o cinto de segurança. Problema é deles, são eles quem vão morrer ué.


Por que não canonizamos esse Santo?
 
CadeOsJornalistas em 14/09/2015 13:09:17
Vamos lembrar que na origem desses "acidentes" está a falta de fiscalização no trânsito. Chegamos a um ponto em que a maioria dos condutores abandonou o uso do cinto de segurança e ignora os limites de velocidade. O risco de ser pego pelo bafômetro é ZERO - não existe fiscalização e todos sabemos disso. Semáforos viraram enfeites em vários cruzamentos, já que os motoristas avançam no sinal vermelho tranquilamente. Sem fiscalização não há educação!
 
Luiz Pereira em 14/09/2015 11:32:27
Era Gente Boa!!! Graças a DEUS não encontrou uma pessoa de bem em sua frente.
 
Clebe PL em 14/09/2015 11:22:42
infelizmente é o destino, quando vemos motoristas fazendo absurdos nas ruas. E quando vão num acidente e vão sozinhos cavaram isso, mas pior é quando levam pessoas inocentes nas tragedias. Por isso, temos que orientar os filhos ao máximo, exaustivamente. Fazer o papel de educar. Mesmo assim, depois de saber os riscos e consequências, ainda vemos filhos (e adultos com filhos) que bebem e depois saem por ai dirigindo. Depois que algo acontece, não pode lamentar. Só mesmo chorar e ver se aprendeu algo com a tragedia que ele causou. Depois, só Deus pra conduzir.
 
LUCIANO MARQUES em 14/09/2015 11:00:51
O que tem a ver o cara morrer com passagens na polícia coitado, sem relação nenhuma com a matéria... Respeita o morto!
 
Junior Araujo em 14/09/2015 10:28:54
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions