ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  03    CAMPO GRANDE 30º

Capital

Homem que torturou ex-namorada é condenado a 23 anos de prisão

Por Adriano Fernandes | 27/05/2022 20:06

Um homem, que não teve a identidade divulgada, foi condenado a 22 anos, 3 meses e 9 dias de prisão, depois de submeter a ex-namorada, de 30 anos, a uma sessão de tortura em Três Lagoas, cidade a 327 quilômetros de Campo Grande.

Durante o julgamento, realizado na última quarta-feira (25) o conselho de sentença, por maioria de votos, concordou com denúncia apresentada pelo promotor de Justiça Luciano Anechini Lara Leite, e reconheceu que o réu tentou matar a vítima, por motivo torpe, mediante recurso que dificultou a defesa da vítima, "em situação de violência doméstica e familiar, descumprindo medidas protetivas de urgência, bem como ofendeu a integridade corporal da vítima, causando-lhe deformidade permanente, além de, por duas vezes, tê-la ameaçado".

A vítima manteve um relacionamento de 14 anos com o acusado e juntos tiveram quatro filhos. Após sete meses do término do relacionamento, o criminoso, descumprindo medida protetiva de urgência, foi até a casa da ex-companheira, que se recusou a abrir a porta. Foi então que ele e um amigo, arrombaram a porta e entraram na residência.

Ao perceber que o atual namorado da vítima também estava no local, o homem começou a ameaçá-los e agredí-los. O namorado da vítima fugiu do local e foi perseguido pelo acusado. Por não conseguir encontrar o rapaz, o criminoso retornou à residência de sua ex-namorada com uma faca, cortou parte do cabelo dela e passou a atacá-la com golpes na região da clavícula, no ombro esquerdo e na mão direita, além de ameaçá-la de morte. As agressões ocorreram na frente dos filhos do casal.

Ele só parou de agredir a vítima e fugiu em um veículo, depois de notar que vizinhos perceberam pedidos de socorro. Naquele 30 de agosto de 2021 a mulher foi resgatada do banheiro onde ela havia sido trancada. Além de ter os cabelos cortados, a mulher teve os dentes, o maxilar e um dos braços quebrados pelo agressor. A vítima foi encontrada caída no chão, com diversos hematomas e foi encaminhado para o Hospital Nossa Senhora Auxiliadora. Durante a internação ela precisou passar por cirurgia de reconstrução do maxilar.


Nos siga no Google Notícias