A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 17 de Outubro de 2017

19/06/2017 08:07

Homem reage a assalto e luta com ladrão para salvar mulher grávida

Rafael Ribeiro e Marcus Moura
Rua onde família mora e se iniciou a perseguição no Jardim Noroeste, na manhã desta segunda-feira (Foto: André Bittar)Rua onde família mora e se iniciou a perseguição no Jardim Noroeste, na manhã desta segunda-feira (Foto: André Bittar)

Um homem de 27 anos não pensou duas vezes ao sofrer uma tentativa de assalto na noite deste domingo (18), no Jardim Noroeste (zona leste de Campo Grande). A vítima reagiu à abordagem no momento em que deixava sua casa para ir a uma igreja na região, tentou fugir em alta velocidade e trocou socos com o ladrão. Tudo pensando em tirar a mulher, que está grávida, de risco.

De acordo com o relato da ocorrência feito na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da região central, o crime ocorreu por volta das 19h. A vítima deixava sua residência dentro de sua caminhonete Ford Courier, de cor não revelada, quando notou a aproximação do acusado em uma moto, já gritando que ele havia “perdido.”

Sem se intimidar, o homem decidiu arrancar com o veículo. Atropelou o suposto ladrão e arrancou, mas quando se deu conta, notou que o tal homem havia pulado na caçamba de seu veículo.

Em seu depoimento, a vítima disse que foram cerca de cinco minutos de pânico. Primeiro, o acusado bateu constantemente com o capacete no capô, exigindo que ele parasse. Depois, com o carro parado, ambos começaram a brigar e trocar socos. “Você é um homem morto”, teria ameaçado o ladrão.


Quando a Polícia Militar chegou, o suspeito, de 31 anos, foi localizado e identificado. Alegou que perseguiu o condutor por um motivo simples: havia sido atropelado e queria tirar satisfações.


A polícia vai investigar o caso. Afinal a vítima alega que tudo não passa de desculpa. Disse que tão logo acionou a PM, o acusado ligou para supostos comparsas dizendo para buscarem sua moto e uma provável mochila que deixara na frente da casa do condutor ao pular na caminhonete.


Ainda na delegacia, o condutor mostrou-se bastante assustado com o ocorrido e disse que se mudaria com medo que as ameaças que recebeu “fossem cumpridas”. Ao que tudo indica, a promessa foi cumprida. O Campo Grande News esteve na residência nesta manhã e não havia ninguém no imóvel.

Vizinhos evitaram falar sobre o assunto. Disseram que têm pouco contato com o casal, que seria muito reservado e de pouca conversa. Completaram ainda que não escutaram nada suspeito ou diferente do normal, pois não haviam vizinhos na rua.

(Matéria editada às 8h25 para acréscimo de informações)




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions