ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SEGUNDA  01    CAMPO GRANDE 19º

Capital

Horário e itinerário de ônibus podem mudar a cada dia

Com frota reduzida durante pandemia, consórcio vai fazer ajustes para atender normas de segurança

Por Tainá Jara | 06/04/2020 14:57
Ônibus só podem circular com todos os passageiros sentados durante o período de pandemia (Foto: Marcos Maluf)
Ônibus só podem circular com todos os passageiros sentados durante o período de pandemia (Foto: Marcos Maluf)

A retomada do transporte coletivo para todos os usuários, nesta segunda-feira, depois de 15 dias de suspensão, vai exigir novas adequações de linhas e itinerários para atender com as medidas de segurança necessárias. O alerta do diretor-presidente do Consórcio Guaicurus, João Resende, é para que os usuários acompanhem as atualizações no site (https://www.consorcioguaicurus.com.br/#).

De acordo com o diretor, hoje foram colocados 270 veículos em circulação. O que corresponde a metade da frota norma, que possui mais de 500 veículos. O número de carros em circulação deve aumentar ou diminuir conforme as necessidades verificadas neste primeiro dia de vigor da formatação excepcional.

Mudanças foram feitas hoje mesmo, como a de linhas que operavam somente dos bairros até os terminais e passaram a ir dos terminais até o centro. Inicialmente, a medida valia apenas para linhas que tinham o Terminal Guaicurus como itinerário, mas foi estendida também para os terminais Aero Rancho, Bandeirantes, Nova Bahia e General Osório.

“Temos linhas que hoje já começaram a trabalhar desta maneira e nós vamos divulgando no nosso site as mudanças de horários e de itinerários. Elas estão ocorrendo sim. Não é um número expressivo, mas tem ajuste de itinerário e de horário. É bom que as pessoas fiquem sempre atentas”, afirmou Resende.

Segundo ele, em alguns horários foi verificado, por exemplo, apenas cinco pessoas circulando dentro de alguns veículos. Indício de que serão necessários ajustes.

A empregada doméstica, Catarina Avalos Arguello, 57 anos, foi uma das que precisou utilizar o transporte hoje. Apesar de enfrentar problemas quanto a integração das linhas, ela afirma que reduziu o tempo do trajeto em pelo 40 minutos em relação a dias normais. “O primeiro ônibus que passou já não tinha mais lugar. Então, tive que esperar o segundo”, explicou.

O transporte coletivo está funcionando de forma diferenciada para atender medidas de segurança, com a finalidade de evitar a contaminação pelo novo coronavírus. Todas as pessoas precisam ir sentadas e, por isso, precisam fazer a integração pela porta dianteira, diferente do que ocorre normalmente. Desta forma, o motorista tem mais controle sobre o número de passageiros que entra.

Campo Grande a cidade com maior número de casos confirmados de coronavírus. Até ontem eram 44 casos. Em Mato Grosso do Sul, são 66 confirmações, sendo uma morte.