A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

18/01/2018 12:10

Hóspede tem moto furtada após funcionário tirar de estacionamento

Furto aconteceu na manhã de terça-feira (dia 16), na Rua Barão do Rio Branco, no Centro. A motocicleta ainda não foi encontrada

Viviane Oliveira
Momento em que a motocicleta é retirada de dentro do estacionamento pelos funcionários do hotel (Foto: reprodução/vídeo)Momento em que a motocicleta é retirada de dentro do estacionamento pelos funcionários do hotel (Foto: reprodução/vídeo)

Vítima de 24 anos teve a motocicleta furtada após funcionários do hotel onde estava hospedada tirar o veículo do estacionamento e colocá-lo na rua. O caso aconteceu na Rua Barão do Rio Branco, no Centro de Campo Grande, na manhã de terça-feira (dia 16).

A mulher relatou que está em processo de separação e no sábado (dia 13) se hospedou no hotel. Ao chegar ao local, ela foi acompanhada por um dos quatro recepcionistas até o estacionamento, onde deixou sua motocicleta Honda Biz preta com placas HSB-7425.

Durante os três dias em que esteve na pousada, a vítima não utilizou o veículo. Na terça-feira, por volta das 11h, a jovem fechou a conta e ao ir buscar a motocicleta no estacionamento para ir embora não a encontrou. Ela, então, questionou o funcionário e foi informada de que a Biz havia sido guardada em um imóvel ao lado, pois havia suspeita de que o veículo era produto de furto.

O gerente foi acionado e confirmou dizendo que a motocicleta foi colocada na rua, porque o dono não havia sido localizado. No entanto, a Biz não foi mais encontrada, o que gerou confusão entre os envolvidos. O responsáveis pelo hotel, então, acionaram as câmeras de segurança para saber o que havia acontecido.

As imagens mostram o momento em que os dois funcionários arrastam a motocicleta para fora e a coloca no meio fio. Na sequência, Adriano Rodrigues de Souza, 40 anos, se aproxima e pergunta o que está acontecendo, sendo informado de que o veículo poderia ser produto de furto. Adriano, então, entra em sua casa, minutos depois volta para a rua, liga a motocicleta e a manobra para dentro da residência.

Depois que os funcionários voltam para o hotel, Adriano sai do local pilotando a Biz. Ele, que seria dependente químico, foi localizado e preso, mas depois liberado. Adriano não soube informar o paradeiro da moto. No inicio, ele ainda tentou recupera-la, mas não conseguiu. O gerente do hotel reconheceu o mal-entendido e ofereceu R$ 1 mil para a vítima. “Eu não aceitei. Quero a minha moto de volta. Com esse dinheiro, não consigo comprar outra”, lamentou.

Em contato com o hotel, um funcionário que não quis se identificar, disse que a empresa vai assumir o erro do funcionário e arcar com o prejuízo. Ele lamentou a situação e afirmou que os funcionários só retiraram a motocicleta para fora porque não conseguiram encontrar o dono. O caso é investigado pela 1ª Delegacia de Polícia Civil. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions