ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, SEGUNDA  06    CAMPO GRANDE 30º

Capital

Hospitais recorrem a gerador para não prejudicar atendimentos

Ventania ainda derrubou motocicletas que estava estacionadas em frente a clínica

Por Ana Paula Chuva e Aletheya Alves | 15/10/2021 16:30
Forro de gesso da clínica na Rua Arthur Jorge caiu. (Foto: Kísie Ainoã)
Forro de gesso da clínica na Rua Arthur Jorge caiu. (Foto: Kísie Ainoã)

Os hospitais Santa Casa e El Kadri ficaram sem energia na tarde desta sexta-feira (15), além de uma clinica que foi destelhada pela tempestade, com ventos de 94 km/h que atingiu a Capital. Não houve suspensão dos atendimentos.

Ao Campo Grande News, o recepcionista Leonardo Inácio Lopes, 33 anos, contou que a ventania estava derrubando algumas motocicletas em frente a clínica localizada na Rua Arthur Jorge, onde o teto de gesso caiu.

“Do nada, uma nuvem apareceu e parecia que já era oito horas da noite. O vento começou a derrubar as motos, falaram para eu tirar a minha que estava embaixo de uma árvore, mas fiquei com medo de cair alguma coisa em mim”, disse.

Na Santa Casa, apesar da queda de energia, não houve paralisação nos atendimentos, já que o hospital tem gerador para atender as áreas críticas do local. Os funcionários foram orientados a fecharem as portas e janelas das unidades de internação e do pronto-socorro.

“O atendimento está sendo seguido normalmente, priorizando as emergências e dando assistência aos pacientes e acompanhantes nos andares. Ressaltamos ainda, que a equipe de Bombeiros Civis e Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho, iniciaram uma ação de auxílio em emergência seguindo o plano de contingência para esse tipo de sinistro.”, disse comunicado do hospital.

Situação semelhante aconteceu no Hospital El Kadri, localizado na Rua Arthur Jorge. O local ficou sem energia e também faz uso de gerador para não desassistir os pacientes.

Já no Hospital Regional Rosa Pedrossian, não houve queda de energia, mas funcionários registraram momento de ventania que assustou moradores de Campo Grande.


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário