A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

15/05/2014 15:01

Hospital Regional demite acusados de roubar materiais e remédios

Lidiane Kober
Em janeiro desde ano, em processo de fuga, um dos demitidos abandonou um Astra, lotado de material hospital furtado (Foto: Marcos Ermínio)Em janeiro desde ano, em processo de fuga, um dos demitidos abandonou um Astra, lotado de material hospital furtado (Foto: Marcos Ermínio)

Acusados de furtar material hospital, Antônio Cesar Ortega e Elias Domingos da Silva foram demitidos do Hospital Regional (HR) Rosa Pedrossian, em Campo Grande. A decisão foi oficializada na edição desta quinta-feira (15) do Diário Oficial do Estado.

Desde setembro do ano passado, a polícia investiga o caso, após recuperar uma caminhonete furtada com lotes de material hospitalar. Na época, constatou-se que o material pertencia ao Hospital Regional. Desde então, a instituição reforçou o monitoramento.

No dia 23 de janeiro, Ortega, de 46 anos, foi preso em flagrante. Na data, uma ação de furto foi descoberta. Ele tentou fugir e, inclusive, abandonou um veículo Astra preto, carregado com cerca de R$ 3 mil em material hospital, no pátio da instituição de saúde.

Informada do furto, a Polícia Militar iniciou as buscas e Ortega foi preso em sua casa, na Rua Engenheiro Amélio Carvalho Bais, no Bairro Zé Pereira. Seu comparsa, de 33 anos, não foi localizado na data e se entregou a polícia no dia 27 de janeiro.

Na área penal, eles responderão por peculato e podem pegar de dois a 12 anos de prisão. No hospital, ambos foram alvos de processo administrativo disciplinar, que apontou pela demissão.

Presidente da Funsau (Fundação de Serviços de Saúde de Mato Grosso do Sul), Rodrigo Aquino acolheu o resultado das investigações e decidiu pela demissão. Ortega trabalhava no hospital desde dia 17 de fevereiro de 2002 e Silva, começou a carreira em setembro de 2001.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions