A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Outubro de 2019

08/07/2019 08:08

HR vai apurar denúncia de negligência e informa que bebê nasceu morto

“Todos os procedimentos hospitalares padrões foram realizados de acordo com a necessidade do atendimento”, diz nota

Aline dos Santos
Hospital Regional divulgou nota sobre atendimento à gestante de 15 anos e morte de bebê. (Foto: Henrique Kawaminami)Hospital Regional divulgou nota sobre atendimento à gestante de 15 anos e morte de bebê. (Foto: Henrique Kawaminami)

O HR (Hospital Regional) Rosa Pedrossian vai averiguar se houve negligência no atendimento a uma gestante de 15 anos, informa que ela sofreu aborto e que o bebê nasceu morto.

“A criança nasceu com 420 gramas e já sem batimentos cardíacos, um feto morto e por isso é considerado um aborto”, informa a nota.

No sábado, o Campo Grande News divulgou a denúncia da família, que relatou negligência no atendimento a adolescente e que a criança, que recebeu o nome de Alice, nasceu viva, com 430 gramas, mas não foi encaminhada a incubadora, morrendo poucas horas depois ao lado da mãe.

“Todos os procedimentos hospitalares padrões foram realizados de acordo com a necessidade do atendimento”, comunica o HR. Conforme a nota, o hospital irá averiguar se houve algum tipo de negligência.

No sábado, a mãe da adolescente, dona de casa Elizabeth Aparecida Pinto Barbosa, 42 anos, reclamava o corpo da neta. “Quando o bebê já nasce morto, a emissão da certidão de óbito é facultativa e depende da vontade da família”, diz a nota do Hospital Regional.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions