A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

13/05/2014 15:48

Idoso perde tudo no 3º incêndio em um mês e inquilino é suspeito

Edivaldo Bitencourt e Zana Zaidan
Fogo destrói totalmente residência de homem de 86 anos na Capital (Foto: Cleber Gellio)Fogo destrói totalmente residência de homem de 86 anos na Capital (Foto: Cleber Gellio)

Um homem de 84 anos perdeu tudo, incluindo-se a casa, no terceiro incêndio em 30 dias no Bairro Universitário, na saída para São Paulo, em Campo Grande. O fogo começou por volta das 14h30 de hoje. Vizinhos e a vítima suspeitam de um inquilino, que não paga aluguel há cerca de um ano e resiste a deixar o imóvel locado pelo idoso.

O incêndio destruiu a residência de cinco peças, móveis, geladeira, roupas e documentos do aposentado Pedro Rodrigues, 86 anos, localizada na esquina da Rua Caravelas com a Avenida Guaicurus. É a terceira vez, nos últimos 30 dias, que a residência é alvo de incêndio. Só a equipe comandada pelo capitão Silvio Romero, do Corpo de Bombeiros, foi ao local pela 2ª vez em 20 dias para apagar fogo.

No entanto, nesta terça-feira (13), o final não foi feliz para o aposentado. Apesar de terem utilizado cerca de 3 mil litros de água, os bombeiros não conseguiram evitar a destruição total do imóvel.

Bastante abalado, o idoso chorou ao falar da tragédia. “Perdi tudo, não consigo me lembrar se tenho outra casa para morar. É muito triste, mas Deus vai dar um jeito, sempre morei aqui”, falou Rodrigues, ainda chocado pela tragédia. Ele precisou ser amparado pelos bombeiros.

Segundo o capitão, ele perdeu tudo, de roupa, a geladeira, freezer, guarda-roupa, cama e documentos.

 

Pedro Rodrigues chora ao falar de tragédia: ele perdeu tudo (Foto: Cleber Gellio)Pedro Rodrigues chora ao falar de tragédia: ele perdeu tudo (Foto: Cleber Gellio)

“É um absurdo”, disse o estudante Roberto da Silva, 18, que viu a fumaça intensa, mas não imaginava que era a casa do vizinho que era atingida pela 3ª vez consecutivo pelo fogo. “Não era possível incêndio de novo”, alarmou-se.

Outro vizinho, Alex da Silva, 23, até queria se juntar a outros amigos e vingar o idoso. Ele disse que não pode um inquilino causar tanto transtorno. “Minha mãe sempre fala para deixar para a Polícia resolver isso”, conta o jovem.

A dona de casa Maria José Neves, 52, lamentou a falta de sorte de Rodrigues com inquilinos. Ela acha que as pessoas se aproveitam da idade do locatório para dar calote. “Eles abusam dele e não pagam o aluguel. Teve um que largou tudo e foi embora sem pagar nada”, conta a vizinha, que mora na região há 23 anos.

O nome do inquilino suspeito não foi divulgado. Ele também não estava no local no momento do incêndio.

É o terceiro incêndio consecutivo que atinge casa no Bairro Universitário (Foto: Cleber Gellio)É o terceiro incêndio consecutivo que atinge casa no Bairro Universitário (Foto: Cleber Gellio)
Bombeiros usaram três mil litros de água, mas não evitaram destruição total de casa (Foto: Cleber Gellio)Bombeiros usaram três mil litros de água, mas não evitaram destruição total de casa (Foto: Cleber Gellio)
Guarda oferece palestra sobre prevenção e combate às drogas em Uneis
Jovens da Unei (Unidades Educacional de Internação) Dom Bosco e da Unidade de Internação Feminina Estrela do Amanhã, em Campo Grande, receberam pales...
Cadastramento biométrico é oferecido pela Carreta da Justiça em Anhanduí
Desde o início desta semana a Carreta da Justiça está realizando atendimentos da biometria no distrito de Anhanduí, no município de Campo Grande, gra...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions