A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

09/11/2014 14:36

Inscritos deixam a prova em duas horas e dizem que redação foi fácil

Priscilla Peres e Kleber Clajus
Alunos começaram a sair duas horas após início das provas. (Foto: Marcelo Calazans)Alunos começaram a sair duas horas após início das provas. (Foto: Marcelo Calazans)
Claudivan fez a prova mesmo após ter sofrido um acidente de trabalho há duas semanas. (Foto: Marcelo Calazans)Claudivan fez a prova mesmo após ter sofrido um acidente de trabalho há duas semanas. (Foto: Marcelo Calazans)

Duas horas após o início da prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) os primeiros inscritos começaram a sair dos locais de realização do exame. A maioria considerou o tema da redação, Publicidade infantil em Questão no Brasil, fácil e teve mais dificuldade com as questões de matemática.

Uma das primeiras a deixar a universidade Uniderp Anhanguera por volta das 14h, a vendedora Laudinéia Ferreira, 23, disse que a prova foi difícil mas que o tema da redação, "foi bom por ser bem atual".

Ela diz que "chutou" umas 15 questões na prova de matemática e que se dedicou mesmo aos estudos nos últimos três meses e no ano passado chegou a fazer cursinho. Sua intenção é conseguir uma vaga no curso de Direito.

Quem quase perdeu o horário da prova no primeiro dia, decidiu sair de casa mais cedo no segundo. É o caso de David Kanadani, 23, que foi de motocicleta e queria entrar num curso de Publicidade e Propaganda, mas admite que o resultado de hoje é mais para experiência, pois não estudou muito para a prova.

Já a professora de artes visuais, Iracema Cardozo, 49, avaliou seu desempenho como "razoavelmente bem, tirando a matemática que foi puxado e havia tempo que não estudava o assunto". Ela diz que fez a prova por que a filha de 16 anos, que pretende cursar matemática, a inscreveu. Ela, que mora no bairro Universitário II, disse que o tema era fácil e que hoje aprendeu a lição por ter chego em cima da hora ontem.

Nem mesmo um acidente de trabalho há duas semanas, impediu que o operador de máquinas Claudivan Malaquias, 24, realizasse a prova hoje. Ele teve fraturas na mão, saiu de casa nas Moreninhas às 9h30 e chegou às 11h20 para a prova. Ficou surpreso com o tema da redação, acreditava em algo sobre violência contra a mulher, mas achou fácil. Sua intenção,  no entanto, consiste em terminar o ensino médio para depois tentar vaga para educação física.

Abstenção em concurso da Câmara Municipal da Capital passa dos 30%
O domingo (17) foi de provas para milhares de campo-grandenses, tanto na manhã como no período da tarde, no concurso da Câmara Municipal, que segundo...
Com forte dores, mulher reclama de falta de atendimento em UPA
Mesmo apresentando fortes dores e inchaço na região do estômago, sem conseguir comer a três dias, uma mulher que procurou atendimento na UPA (Unidade...
Problema rotineiro, chuva causa alagamentos no bairro Cidade Morena
A chuva que atingiu Campo Grande no fim da tarde deste domingo (17) causou vários problemas à população, desde alagamentos a problemas estruturais em...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions