A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

29/12/2014 10:53

Investigação da morte de menino só começa após "recesso" da perícia

Filipe Prado
As investigações da tragédia devem finalizar depois da 2ª quinzena de janeiro de 2015 (Foto: Marcos Ermínio)As investigações da tragédia devem finalizar depois da 2ª quinzena de janeiro de 2015 (Foto: Marcos Ermínio)

As investigações do caso da morte do menino Vittor Heduardo Benites Tsalikis, 12 anos, na véspera de natal (24), quando um muro da Colônia de Férias da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande, que fica na BR-163, saída para São Paulo, caiu sobre ele, só devem ser iniciadas  após o dia 15 de janeiro. A Polícia depende do fim do recesso da perícia, que termina na próxima semana.

Conforme o delegado titular da 5ª delegacia de polícia, Jairo Carlos Mendes, um inquérito polícia será instaurado a partir da entrega do laudo pericial do local. “Até agora não estamos vendo o caso como um crime, mas sim como fatalidade”.

A partir do laudo pericial, segundo o delegado, a polícia saberá se a morte do menino foi causada por negligência na segurança do local, por falta de fiscalização ou uma fatalidade.

O recesso de fim de ano da perícia acaba no dia 7 de janeiro, mas o laudo pericial deve chegar à 5ª Delegacia somente na 2ª quinzena do mês, calculou o delegado.

Mendes ainda assegurou que uma equipe de perícia do Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal) foi até o local, no dia do acidente, para realizar as investigações.

No dia 26, o presidente da ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande), João Carlos Polidoro, através de uma nota, relatou que o local do acidente foi fechado e preservado até a realização da perícia.

O Campo Grande News entrou em contato com o coordenador geral do Imol, José Bento Côrrea, mas as ligações não foram atendidas, para saber quando a perícia foi realizada.

Família - Um amigo do pai de Vittor, que não quis se identificar, contou que André Luiz Tsalikis, 36 anos, está internado em uma clínica e “está bem abalado”, com sintomas de depressão.

Há seis meses, a mãe avó de Vittor foi encontrada morta, o que agravou os sentimentos do pai do menino, relatou o amigo da família.

Tragédia - O acidente ocorreu por volta das 19h30 da última quinta-feira (24), na Colônia de Férias. O garoto chegou a ser socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) e levado para Santa Casa, mas morreu durante cirurgia.

Conforme registro policial, a vítima foi tentar pegar uma toalha no muro, que ficava dentro do quiosque para separar o banheiro de outro cômodo, quando a parede cedeu e caiu sobre a criança.

O pai relatou que o local onde estava com a família apresentava diversas rachaduras nas paredes. O caso foi registrado como morte a esclarecer.

Menino de 12 anos morre esmagado por muro na Colônia de Férias
O menino Vitor Eduardo Benites, de 12 anos, morreu na madrugada desta quinta-feira (25), após o muro do clube recreativo onde estava ceder e cair sob...
Brinquedos feitos por detentos são doados para crianças em escola
Parceria feita entre a a Semed (Secretaria Municipal de Educação) e a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) garantiu ne...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions