A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Janeiro de 2018

29/05/2013 22:18

José Carlos Dorsa argumenta que trabalhou para radioterapia funcionar

Nyelder Rodrigues e Jéssica Benitez
Dorsa apontou que a responsável na época da desativação era Eva Siufi, irmã de Adalberto Siufi (Foto: João Garrigó)Dorsa apontou que a responsável na época da desativação era Eva Siufi, irmã de Adalberto Siufi (Foto: João Garrigó)

Logo após afirmar na CPI da Saúde, na Câmara dos Vereadores, que já encontrou setor de radioterapia do Hospital Universitário desativado, o ex-diretor do HU, José Carlos Dorsa, comentou com a imprensa ter trabalhado para reativar o local.

O ex-diretor é apontado como um dos responsáveis por desativar o setor e transferir os serviços para o Hospital do Câncer, fazendo assim parte do esquema de desvio de recursos públicos.

Durante sua fala na CPI, ao dizer que já encontrou o local desativado, Dorsa jogou a responsabilidade para a responsável na época pelo setor, a médica e ex-professora de Medicina na UFMS, Eva Siufi, irmã de Adalberto Siufi, tido como chefe do esquema.

“Eu fui a pessoa que mais trabalhou para o setor de radioterapia voltar a funcionar”, alegou Dorsa, que em seguida negou ser sócio de Siufi, sendo apenas amigo. Para ele, o cenário foi criado propositalmente para desestabilizá-lo.

Além disso, o ex-diretor do HU contou que existia uma notificação da Vigilância Sanitária que impedia o funcionamento do setor, por questões de segurança aos pacientes. Ele seguiu negando que houve cedência de médicos do HU para o Hospital do Câncer, e relatou que o direcionamento de pacientes é feito pelo sistema de regulação, e não pelos hospitais.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions