ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUINTA  06    CAMPO GRANDE 20º

Capital

Jovem encontrada morta era''perturbada'' por ex, dizem amigos

Homem de 56 anos, com quem Carla teve relacionamento em 2018, estava tentando reaproximação

Por Kerolyn Araújo e Bruna Marques | 03/07/2020 09:54
Carla Santana de Magalhães, 25 anos, estava desaparecida desde a noite do dia 30 de junho. (Foto: Reprodução/Facebook)
Carla Santana de Magalhães, 25 anos, estava desaparecida desde a noite do dia 30 de junho. (Foto: Reprodução/Facebook)


Amigos de Carla Santana de Magalhães, 25 anos, encontrada morta na manhã desta sexta-feira (3) no bairro Tiradentes, em Campo Grande, relataram que um ex-namorado da jovem estava tentando manter contato com a jovem nas últimas semanas.

À reportagem, uma amiga contou que em 2018 Carla teve um relacionamento de seis meses com um homem de 56 anos. Há algumas semanas, ele estava tentando se reaproximar da jovem. ''Ele estava perturbando, indo atrás. Ela ignorava ligação e não respondia mensagens'', disse.

Ainda segundo amigas, Carla estava conhecendo um outro homem, com quem trocava mensagens.

Segundo apurado pelo Campo Grande News, marcas no pescoço de Carla apontam que ela foi morta por esganadura e o corpo deixado no local onde foi encontrado durante a madrugada.

Corpo da jovem foi encontrado nesta manhã na calçada de mercado. (Foto: Kísie Ainoã)
Corpo da jovem foi encontrado nesta manhã na calçada de mercado. (Foto: Kísie Ainoã)


O caso - Desaparecida desde terça-feira (30), Carla foi encontrada morta nesta sexta-feira na mesma rua da casa dela, a Nova Tiradentes, no Bairro Tiradentes. O corpo foi achado na calçada de um mercado. Ela estava nua.

O caso está sendo investigado pela DEH (Delegacia Especializada em Repressão aos Crimes de Homicídios). A polícia vai ouvir homens com quem Carla teve relacionamentos e e investiga todas as hipóteses, entre elas a possibilidade de feminicídio.